A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI20 fecha em novo mínimo desde 1997; 9 títulos atingem valor mais baixo do ano (act)

O índice PSI20 fechou hoje a cair 1,67%, em linha com a Europa, para um novo mínimo desde Junho de 1997, com nove empresas que integram o principal índice da BVLP a atingirem novos mínimos do ano.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 07 de Setembro de 2001 às 16:58
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O índice PSI20 fechou hoje a cair 1,67%, em linha com a Europa, para um novo mínimo desde Junho de 1997, com nove empresas que integram o principal índice da BVLP a atingirem novos mínimos do ano.

O PSI20 fechou nos 7.324 pontos, o valor mais baixo desde o fecho de 20 de Junho, quando o índice de referência da Bolsa nacional terminou nos 7311,72 pontos. O PSI30 desceu 1,60% para os 3.407 pontos.

A Bolsa portuguesa acompanhou as depreciações registadas nas suas congéneres europeias, onde o Madrid, Londres, Frankfurt e Amesterdão desciam mais de 2%.

Dados desfavoráveis dos Estados Unidos agravaram as perdas registadas pelas Bolsas europeias, que já desciam na parte da manhã.

Banca e TMT arrastam PSI20

O sector bancário e as empresas de telecomunicações, media e tecnologias (TMT) foram as principais responsáveis pela queda do PSI20.

Dos 20 títulos que integram o PSI20 nove atingiram hoje novos mínimos do ano, ou mesmo o valor mais baixo de sempre.

Nas TMT a Novabase, PT Multimédia.com, PT Multimédia, Telecel, Impresa atingiram hoje novos mínimos, arrastados por evolução desfavorável das suas congéneres europeias.

As quedas mais avultadas foram protagonizadas pela Impresa [IPR], que desceu 6,11% para os 2,15 euros (431 escudos), com os investidores a anteciparem que a empresa liderada por Pinto Balsemão apresente maus resultados na próxima terça-feira.

A PTM.com [PTD] caiu 4,74% e a PTM [PTM] desceu 3,92% atingindo um novo mínimo histórico nos 7,44 euros (1.491 escudos).

O sector bancário também sofreu fortes quedas com o Banco Espírito Santo [BESNN], o BPI e o Banco Santander Central Hispano (BSCH) a conhecerem novos mínimos do ano, arrastados por mais sinais de abrandamento económico nos Estados Unidos.

O BES caiu 1,89% para os 13 euros (2.606 escudos) e o BPI desceu para os 2,28 euros (457 escudos), com uma queda de 3,39%.

A Cimpor [CIMP], com uma descida de 5,36% para um novo mínimo de 18,19 euros (3.646 escudos), protagonizou a segunda maior queda do PSI20.

A Portugal Telecom [PLTM] desceu 2,11% para os 6,95 euros (1.393 escudos), contribuindo para a descida do índice nacional.

Brisa e Sonae.com em contraciclo.

A Brisa [BRISA] e a Sonae.com [SNC] foram os únicos títulos do PSI20 a fecharem com ganhos, contrariando a tendência do mercado.

A Brisa subiu 1,06% para os 10,51 euros (2.107 escudos), depois de o «Semanário Económico» ter noticiado que o Grupo Mello está interessado em reforçar a sua posição na concessionária de auto-estradas.

A Sonae.com ganhou 4,86% para os 1,94 euros (389 escudos), depois de a Sonae SGPS, que caiu 3,17%, num comunicado pouco esclarecedor, ter desmentido os rumores de um processo de reestruturação da empresa.

Ver comentários
Outras Notícias