Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI20 ganha 0,95% na semana com Semapa a liderar subidas

O PSI20 registou uma valorização acumulada de 0,95% nas duas sessões realizadas esta semana, com a cimenteira Semapa a apresentar a maior valorização entre os títulos que integram o índice, ao avançar 7,73%.

João Mata 28 de Dezembro de 2001 às 19:07
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O PSI20 registou uma valorização acumulada de 0,95% nas duas sessões realizadas esta semana, com a cimenteira Semapa a apresentar a maior valorização entre os títulos que integram o índice, ao avançar 7,73%.

O PSI20 [PSI20] encerrou hoje a marcar 7.831,49 pontos, com 11 títulos a ganharem e nove a perderem na semana. O PSI30 apreciou 2,1% para os 3.745,35 pontos.

A Semapa ganhou 7,73% no conjunto das duas últimas sessões, para os 4,74 euros (950 escudos), beneficiando da subida de 11,01% verificada na sessão de hoje, que consolidou os ganhos anuais de 23,12% registados pela cimenteira liderada por Queiróz Pereira.

A segunda maior valorização semanal no PSI20 pertenceu à Vodafone Telecel [TLE], que progrediu 3,93% para os 9 euros (1.804 escudos), com o posto seguinte no «ranking» das subidas a ser ocupado pela Novabase [NBA], que avançou 3,58% para os 8,39 euros (1.682 escudos).

A Cimpor [CIMP] somou 3,09% para os 19,70 euros (3.949 escudos), depois de ontem a suíça Holcim ter anunciado que ajudou a financiar a aquisição de 9,5% da cimenteira nacional por parte da Cartera Lusitana, passando a controlar 19,5% do capital da Cimpor em conjunto com a sociedade espanhola.

O Banco Espírito Santo (BES) [BESNN] cresceu 2,62% para os 14,47 euros (2.901 escudos). Os accionistas da instituição bancária vão reunir em assembleia geral (AG) na próxima segunda-feira, com o objectivo de deliberar sobre uma proposta de aumento de capital.

O Banco Comercial Português (BCP) [BCP] também terminou a semana com ganhos, ao subir 1,34% para os 4,55 euros (912 escudos), depois de anunciar ontem que a IntesaBci, maior instituição bancária italiana, reforçou a sua posição no capital do banco liderado por Jardim Gonçalves para os 7,41%.

O BPI [BPIN] não conseguiu acompanhar a tendência dos seus congéneres, ao recuar 4,64% para os 2,26 euros (453 escudos), registando a maior descida semanal entre as empresas que integram o PSI20.

Com quedas encerraram também a PT Multimédia (PTM) [PTM], que caiu 4,06% para os 7,80 euros (1.564 escudos) e a ParaRede [PARA], que cedeu 2,86% para os 0,68 euros (136 escudos) no conjunto das duas últimas sessões.

No grupo de Belmiro de Azevedo, a Sonae SGPS [SON] recuou 1,22% para os 0,81 euros (162 escudos), enquanto a sua subsidiária Sonae.com [SNC], que controla a operadora móvel Optimus, resvalou 1,92% para os 3,07 euros (615 escudos).

O euro [EUR] recuava 0,64% na semana face à divisa norte-americana, transaccionando hoje nos 0,8835 dólares.

A rendibilidade das obrigações do Tesouro (OT) português a dez anos subiu 9 pontos base para os 5,16%, enquanto a do «bund» alemão cresceu 13 pontos base para os 5% e a das obrigações da Reserva Federal (FED) norte-americana a dez anos permaneceu estável nos 4,23%.

Os futuros do barril de «brent» [CO1] ganharam 4,37% para os 20,30 dólares (22,98 euros ou 4.607 escudos), enquanto em Nova Iorque os futuros do crude [CL1] subiram os mesmos 4,37% para os 20,53 dólares (23,24 euros ou 4.659 escudos). A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) cortou hoje as suas quotas de produção em 1,5 milhões de barris diários.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias