Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI-20 abre a descer 1% penalizado por perspectivas da Moody’s para Espanha

A bolsa nacional abriu a sessão a descer 0,99% e reflecte o aumento dos receios em torno da crise orçamental europeia, depois de a Moody’s ter dito que poderá descer a sua notação para a dívida soberana de Espanha. A pressionar mais está o BES e a Galp Energia.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 01 de Julho de 2010 às 08:22
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...
A bolsa nacional abriu a sessão a descer 0,99% e reflecte o aumento dos receios em torno da crise orçamental europeia, depois de a Moody’s ter dito que poderá descer a sua notação para a dívida soberana de Espanha. A pressionar mais está o BES e a Galp Energia.

O índice PSI-20 negoceia nos 6.995,75 pontos, com duas cotadas a subir, 16 a descer e duas a negociarem inalteradas. Entre as principais praças europeias a tendência também é de quedas. Ontem após o encerramento dos mercados na Europam a agência Moody’s, que é a única a manter a classificação máxima para a dívida espanhola, disse que poderá descer a sua classificação para as obrigações do país em dois níveis.

Por cá, o BES é a cotada que mais pressiona, ao descer 3,17% para 3,147 euros e a liderar as perdas entre as cotadas do sector da banca. O BCP desce 1,77% para 0,609 euros e o BPI perde 0,20% para 1,528 euros.

A Galp Energia desce 1,63% para 12,10 euros e também é das que mais pressiona, a acompanhar a descida do petróleo, que recua mais de 1%.

Em alta está a negociar a Portugal Telecom, que sobe 1,12% para 8,272 euros, animada pelo facto de a Telefónica ter mantido a sua oferta pela Vivo, depois de esta ter sido ontem recusada pelo Governo, que para isso fez uso dos direitos especiais que lhe se são conferidos pela “Golden Share”.

Veja também:

As cotações de todas as acções da Bolsa portuguesa

O resumo do dia do índice PSI-20

As maiores subidas e maiores descidas do PSI-20

Os preços-alvo para as cotadas portuguesas

As estatísticas das acções portuguesas

A análise técnica de todas as cotadas portuguesas

A evolução de todos os fundos comercializados em Portugal

Ver comentários
Outras Notícias