Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI-20 acompanha ganhos da Europa com Galp a disparar mais de 4%

A bolsa nacional acompanha os fortes ganhos das praças europeias, num dia em que o mercado está a aplaudir o acordo alcançado pelos membros da OPEP. As empresas do sector da energia são as que mais impulsionam.

A carregar o vídeo ...
Rita Faria afaria@negocios.pt 29 de Setembro de 2016 às 08:13
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...

A bolsa nacional abriu em alta esta quinta-feira, 29 de Setembro, pela segunda sessão consecutiva, com o PSI-20 a subir 1,10% para 4.612,58 pontos. Das 18 cotadas que formam o principal índice nacional, 15 estão em alta, duas em queda e uma inalterada.

Na Europa, a tendência é igualmente de fortes ganhos, com o mercado a reagir positivamente ao acordo alcançado pelos membros da OPEP para reduzir a produção.

No plano nacional, é precisamente a Galp Energia a cotada que mais impulsiona o PSI-20, com uma subida de 4,41% para 12,185 euros.

Esta evolução acontece numa altura em que os preços do petróleo estão em queda ligeira nos mercados internacionais, a corrigir das fortes subidas registadas ontem. Esta quarta-feira, o Brent disparou um máximo de 6,5%, depois de ser anunciado que, pela primeira vez desde 2008, os membros da OPEP acordaram reduzir a produção de petróleo, para tentarem atingir um maior equilíbrio entre a oferta e a procura no mercado. O tecto máximo foi fixado nos 32,5 milhões de barris.

Ainda na energia, a EDP ganha 0,74% para 2,987 euros e a EDP Renováveis desce 0,17% para 7,103 euros.

A contribuir para a subida do PSI-20 está também o BCP. O banco liderado por Nuno Amado avança 1,99% para 1,54 cêntimos depois de o conselho de administração ter aprovado a fusão das acções, numa reunião que decorreu esta terça-feira. O plano de fusão, que será concretizado a 24 de Outubro, fará com que os accionistas fiquem com uma acção por cada 75 detidas.

Esta fusão abre caminho à entrada da Fosun no capital da instituição, já que era uma das condições apresentadas pelos chineses. O conselho de administração decidiu, assim, mandatar a comissão executiva para prosseguir e finalizar com exclusividade as negociações com o conglomerado chinês.

No restante sector, o BPI desce 0,18% para 1,127 euros e o fundo do Montepio segue inalterado em 45,6 cêntimos.

Com fortes ganhos seguem ainda a Semapa, que sobe 2,09% para 11,75 euros, a Sonae, com uma valorização de 1,04% para 67,8 cêntimos, e a Altri, que soma 1,09% para 3,155 euros. 

Ver comentários
Saber mais bolsa nacional PSI-20 Europa OPEP Stoxx600 bolsas mercados petróleo
Mais lidas
Outras Notícias