Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI-20 cai mais de 2% com 19 cotadas no vermelho

A bolsa nacional é um dos mercados europeus que mais desvaloriza num dia marcado pelo agravamento da crise na Zona Euro, depois do ministro da Economia alemão ter admitido uma saída da Grécia da Zona Euro e de Valência ter pedido ajuda ao governo espanhol.

Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 23 de Julho de 2012 às 09:19
  • Partilhar artigo
  • 6
  • ...
O principal índice da bolsa nacional recua 2,35% para os 4.642,51 pontos, com 19 títulos no vermelho. Três cotadas perdem mais de 5%, duas mais de 4%, três mais de 3%, três mais de 2% e cinco mais de 1%. A EDP Renováveis já caiu mais de 4% e tocou num novo mínimo histórico nos 2,541 euros.

A cotada que mais desvaloriza é o BPI, ao registar uma queda de 5,83% para os 0,485 euros. Os restantes títulos do sector bancário também seguem em forte queda, com o BES a perder 4,45% para os 0,472 euros e o BCP a recuar 2,08% para os 0,094 euros.

O sector da energia também regista fortes quedas. A EDP perde 4,34% para os 1,853 euros e a EDP Renováveis recua 3,87% para os 2,557 euros. A Galp Energia desvaloriza 2,50% para os 10,51 euros.

A queda da bolsa nacional só é superada pela dos mercados espanhol e grego, que perdem, respectivamente, 3,24% e 3,17%. Espanha e Grécia voltam a estar no centro de um novo agravamento da crise da dívida na Zona Euro.

Em Espanha, os juros da dívida estão a disparar e superaram, pela primeira vez, a barreira dos 7,5% na maturidade a 10 anos, depois da Comunidade de Valência ter pedido ajuda ao governo central. Os jornais espanhóis dão conta que a região da Catalunha poderá seguir o exemplo de Valência e são cada vez menos os que acreditam que o país consiga superar esta crise sem recorrer à ajuda da União Europeia.

No caso da Grécia, regressaram os receios de que o país possa abandonar a Zona Euro depois do jornal "Der Spiegel" ter noticiado, este fim-de-semana, que o Fundo Monetário Internacional vai cortar a ajuda financeira ao país a partir de Setembro. Já o ministro da Economia da Alemanha admitiu, ontem, que a Grécia pode abandonar a moeda única e que este cenário não é assustador.
Ver comentários
Saber mais bolsa nacional PSI-20 Zona Euro
Outras Notícias