A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI-20 cai mais de 3% em dia de perdas acentuadas na Europa

A bolsa nacional não resistiu e fechou a sessão a cair mais de 3%. O sector da energia e a banca foram dos mais afectados, no dia em que os receios em torno da crise de dívida na Europa. A especulação de que Espanha possa ter de pedir ajuda para o país e que a Grécia possa sair da Zona Euro foram as principais razões.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 23 de Julho de 2012 às 16:48
  • Partilhar artigo
  • 7
  • ...
O PSI-20 cedeu 3,41% para 4.591,92 pontos, com as 19 acções que o compõem em queda. Esta foi a desvalorização mais pronunciada do principal índice da bolsa nacional desde 1 de Novembro do ano passado, quando o então primeiro-ministro grego, George Papandreou, admitiu convocar um referendo para que o povo grego se pronunciasse sobre se queria um segundo resgate a Atenas ou se não, o que deveria levar à sair da Zona Euro.

Esta segunda-feira também foi uma sessão de perdas elevadas, depois de ter sido admitido a saída da Grécia da Zona Euro e dos receios de que Espanha possa ter de pedir uma intervenção efectiva. Grécia, caiu mais de 7%, o que corresponde à descida mais acentuada desde 2008. Já o espanhol IBEX caiu menos de 1%, depois de ter proibido as vendas a descoberto, para travar a queda das acções. O índice espanhol chegou a cair mais de 5%.

As quedas foram acentuadas entre o índice nacional, com a EDP a ser a acção que mais influenciou o índice. A eléctrica afundou 5,83% para 1,824 euros. A EDP Renováveis seguiu as mesmas pegadas a desce 6,58% para 2,485 euros, tendo já renovado o mínimos histórico ao tocar nos 2,516 euros.

A Galp Energia também perdeu 4,64% para 10,28 euros, no dia em que os preços do petróleo estão a desvalorizar mais de 3% devido aos receios em torno da economia mundial. Principalmente depois da China ter alertado para o abrandamento da economia.

A banca também registou uma queda pronunciada, com o BCP a descer 5,21% para 0,091 euros, o BPI a depreciar 4,08% para 0,494 euros e o BES a perder 1,62% para 0,486 euros.

As acções da Impresa fecharam a sessão a subir 3,03% para 0,34 euros, antes de apresentar os resultados do primeiro semestre do ano.
Ver comentários
Saber mais PSI-20 Bolsa mercados Europa Grécia Espanha
Outras Notícias