Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI-20 desce mais de 1% com PT e Galp a pressionar

A bolsa nacional desce 1,10%, pressionado essencialmente pela Portugal Telecom e Galp Energia, num dia em que as principais praça europeias negoceiam em baixa e em que o petróleo afunda mais de 2%. Também a pressionar está a subida das yields da dívida portuguesa.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 19 de Abril de 2010 às 11:27
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
A bolsa nacional desce 1,10%, pressionado essencialmente pela Portugal Telecom e Galp Energia, num dia em que as principais praça europeias negoceiam em baixa e em que o petróleo afunda mais de 2%. Também a pressionar está a subida das “yields” da dívida portuguesa.

O índice principal (PSI-20) negoceia nos 8.021,64 pontos, com duas cotadas a subir e 18 a descer. As principais praças europeias descem mais de 0,5% e a bolsa grega, desce mais de 3%, com a taxa de juro das obrigações do país a pagarem o maior prémio face à alemã, desde a implementação do euro.

Por cá, a cotada que mais pressiona é a Portugal Telecom, que desce 1,62% para 8,215 euros, depois de ter visto a sua recomendação ser revista em baixa de “comprar” para “manter”, pelo Citigroup que avalia os títulos da operadora em 8,5 euros. Também a Sonaecom deprecia 1,56% para 1,56 euros e a Zon Multimédia perdem 1,29% para 3,82 euros.

A Galp Energia também contribui para a tendência de descida, ao recuar 1,38% para 12,845 euros, no dia em que os funcionários da petrolífera estão em greve. Nos mercados internacionais, a matéria-prima desce mais de 2%.

O sector da electricidade negoceia em território negativo, com a EDP a descer 1,04% para 2,939 euros e a EDP Renováveis deprecia 1,68% para 5,687 euros. A REN recua 0,87% para 2,851 euros.

Pela positiva destaca-se a retalhista Jerónimo Martins, que recua 0,65% para 7,616 euros.

A Semapa, do sector da pasta e papel também negoceia em território positivo, com a cotada a apreciar 0,09% para 7,918 euros, enquanto a sua participada Portucel desce 1,17% para 2,026 euros. A Altri recua 1,31% para 4,831 euros e a Inapa, que se encarrega da distribuição de papel, desce na mesma medida (1,31%) para 0,603 euros.

Veja também:

As cotações de todas as acções da Bolsa portuguesa

O resumo do dia do índice PSI-20

As maiores subidas e maiores descidas do PSI-20

Os preços-alvo para as cotadas portuguesas

As estatísticas das acções portuguesas

A análise técnica de todas as cotadas portuguesas

A evolução de todos os fundos comercializados em Portugal

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias