Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI-20 encerra sessão em alta depois de oito dias a cair

A bolsa nacional encerrou a sessão a negociar em terreno positivo, impulsionada pelo BCP e pela Jerónimo Martins. No resto da Europa, os mercados estiveram, na generalidade, em queda, à excepção do índice espanhol.

Andreia Major amajor@negocios.pt 18 de Novembro de 2011 às 16:48
  • Assine já 1€/1 mês
  • 9
  • ...
O PSI-20 encerrou a sessão a ganhar 0,03% para 5.442,08 pontos, com 9 cotadas em alta e 11 cotadas em queda.

Esta foi a primeira sessão positiva da praça lisboeta depois de oito jornadas consecutivas a perder terreno.

Nos restantes índices do Velho Continente, a tendência foi, na generalidade, de perdas, com os mercados a reflectirem os receios de que as posições opostas de França e da Alemanha possam atrasar o envolvimento do BCE para solucionar a crise da dívida.

No entanto, os índices moderaram as perdas após o BCE ter anunciado que iria comprar obrigações soberanas pelo quinto dia consecutivo. Isto apesar de Paris e Berlim terem assumido posições contrárias sobre o papel do BCE.

Por cá, o BCP e a Jerónimo Martins foram as cotadas que mais impulsionaram o PSI-20 no fecho da sessão. O Banco Comercial Português avançou 8,85% para 0,123 euros, a corrigir das sessões de fortes perdas em que o sector financeiro esteve a ser muito penalizado.

A retalhista dona do Pingo Doce, por seu lado, ganhou 0,98% para 12,94 euros.

No restante sector da banca a tónica foi mista. O BES fechou a cair 0,16% para 1,23 euros, e o BPI valorizou 2,33% para 0,439 euros. O Banif perdeu 1,72% para 0,285 euros.

Nas energias, a EDP fechou a ganhar 0,52% para 2,323 euros. No restante sector energético, a tendência foi mista. A EDP Renováveis apreciou 0,47% para 4,26 euros, e a REN caiu 0,65% para 1,987 euros. A Galp Energia desvalorizou 2,46% para 12,10 euros, e foi a cotada que mais travou os ganhos do índice.

A Brisa foi a quarta cotada que mais impulsionou a praça lisboeta, a subir 1,03% para 2,353 euros.

Nas telecomunicações, a Zon apreciou 1,12% para 1,899 euros, e a Sonaecom SGPS ganhou 0,57% para 1,226 euros.

Do lados das perdas esteve, para além da Galp Energia, a Cimpor, a cair 2,91% para 4,874 euros, e a Portugal Telecom, que perdeu 0,25% para 4,81 euros. A Portucel foi a quarta cotada que mais pesou do lado vermelho, a recuar 0,91% para 1,75 euros.

A Semapa retrocedeu 0,84% para 5,44 euros, e a Mota-Engil depreciou 0,48% para 1,035 euros. A Sonae Indústria diminuiu 1,82% para 0,54 euros.

Ver comentários
Saber mais PSI-20
Outras Notícias