Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI-20 lidera perdas na Europa e já acumula uma perda anual de 21%

A bolsa nacional caiu mais de 2% e liderou as perdas entre os principais mercados europeus. O PSI-20 encerrou com 19 títulos no vermelho e já acumula um prejuízo anual de 21%. 19 títulos do PSI-20 encerraram em terreno negativo, a excepção foi a 

Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 13 de Março de 2008 às 17:02
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A bolsa nacional caiu mais de 2% e liderou as perdas entre os principais mercados europeus. O PSI-20 encerrou com 19 títulos no vermelho e já acumula um prejuízo anual de 21%. 19 títulos do PSI-20 encerraram em terreno negativo, a excepção foi a Jerónimo Martins que subiu mais de 2%, num dia em que a banca foi a mais penalizada.

O principal índice da bolsa nacional [psi20] caiu 2,22% para os 10.264,13 pontos, com 19 títulos a cair. O PSI-20 perdeu mais de 3% ao longo da sessão e chegou a negociar no nível mais baixo desde Setembro de 2006, muito perto da barreira dos 10 mil pontos.

O sentimento negativo da bolsa portuguesa foi vivido na maioria das praças europeias. A Europa chegou a perder mais de 2% ao longo da sessão, tendo encerrado o dia a cair mais de 1%, devido ao agravamento da crise no mercado do crédito.

Hoje a Carlyle Capital, filial da "private equity" Carlyle Group, anunciou que está próxima da falência, depois de ter falhado o acordo com os credores da companhia que exigem o pagamento de dívida no valor de 400 milhões de dólares. As acções da Carlyle Capital chegaram a cair mais de 94% durante a sessão de hoje.

Na bolsa portuguesa, 19 títulos do PSI-20 encerraram em terreno negativo, a excepção foi a Jerónimo Martins que subiu mais de 2%. No entanto, as maiores quedas foram protagonizadas pelo Banco Comercial Português [bcp] e Banco Espírito Santo [besnn].

Os títulos do banco liderado por Carlos Santos Ferreira perderam 4,10% para os 1,755 euros, com 11 milhões de títulos negociados e as acções do BES desvalorizaram 4,03% para o 11,20 euros. O Banco BPI [bpin] acompanhou a tendência negativo do BCP e do BES e perdeu 2,35% para os 3,32 euros.

O sector bancário foi dos que mais perdeu em toda a Europa, com o índice Dow Jones para a banca a registar uma queda de 2,63%.

O sector energético também foi fortemente penalizado, com a Energias de Portugal [edp] a cair 2,22% para os 3,75 euros e a Galp Energia [galp pl] a recuar 2,24% para os 15,25 euros. As acções da REN [RENE] recuaram 1,90% para os 3,35 euros.

Nas telecomunicações, o cenário foi idêntico com a Zon Multimédia [zon] a cair 3,60% para os 7,22 euros, a Soanecom [snc] a recuar 2,67% para os 2,185 euros e a Portugal Telecom [ptc] a perder 0,45% para os 7,725 euros. A PT encerrou em terreno negativo pela sexta sessão consecutiva.

No grupo Sonae, as quedas também foram generalizadas com a Sonae SGPS [son] a perder 2,77% para os 1,23 euros, no dia em que apresenta os resultados referentes a 2007, e a Sonae Capital [sonc] a recuar 4,64% para os 1,44 euros.

A única empresa do PSI-20 que encerrou em terreno positivo foi a Jerónimo Martins [jmar], tendo registado um ganho de 2,29% para os 4,695 euros.

Fora do PSI-20, a Novabase [nba] subiu 1,27% para os 3,20 euros, a Cofina [cofi] avançou 0,74% para os 1,37 euros e a Martifer [mar] ganhou 1,22% para os 8,30 euros.

Outras Notícias