Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI-20 perde 2,5% pressionado pela Jerónimo Martins e Portugal Telecom

A bolsa nacional continua a acentuar as perdas, a cair quase 2,5% influenciada pelos receios do contágio da crise da dívida da Europa à Itália. Também as preocupações dos investidores em torno do abrandamento do crescimento económico dos EUA e da China estão a pressionar o índice português.

Andreia Major amajor@negocios.pt 11 de Julho de 2011 às 12:17
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
O PSI-20 perde 2,4% para 6.979,49 pontos, com as 20 cotadas a negociarem em terreno negativo.

Na Europa a tendência é também de perdas, uma vez que os mercados europeus estão a reflectir o intensificar dos receios de que a Itália possa ser a próxima “vítima” num contexto de um possível contágio da crise da dívida.

Na passada sexta-feira, a bolsa da Itália fechou em mínimos de um ano, além de que os juros sobre os títulos de dívida no mercado secundário dispararam para valores que não se registavam desde a entrada no euro.

Hoje, foi agendada uma reunião dos altos responsáveis da União Europeia, onde estão presentes Durão Barroso e Jean-Claude Trichet. No encontro serão definidas estratégias para os próximos meses com o objectivo de impedir o contágio.

O desempenho das bolsas europeias está também a ser influenciado pelos sinais de abrandamento do crescimento económico dos Estados Unidos e da China.

Por cá, as cotadas que mais pressionam o índice nacional são a Jerónimo Martins e a Portugal Telecom. A retalhista segue a perder 3,26% para 13,64 euros, e a empresa de telecomunicações cede 2,25% para 6,469 euros.

Segue-se o sector da banca a pressionar o índice, com o BCP a cair 4,27% para 0,336 euros, renovando um novo mínimo histórico.

O BES recua 4,92% para 2,32 euros, e juntamente com o BCP, é dos bancos que mais está a pressionar o sector da banca europeu. O BPI cede 2,15% para 0,912 euros, e o Banif tomba 3,38% para 0,6 euros.

No sector das energias, a tónica é a mesma. A contribuir para as perdas está a REN, a registar uma depreciação de 2,63% para 2,335 euros. A EDP cai 1,69% para 2,392 euros, e a EDP Renováveis perde 1,63% para 4,453 euros. A Galp Energia perde 1,28% para 15,785 euros.

Com menos impacto no índice está a Mota-Engil, a desvalorizar 2,35% para 1,412 euros, e a Sonaecom SGPS que cede 3,04% para 1,466 euros. A Sonae Indústria deprecia 2,65% para 1,25 euros, e a Zon recua 0,41% para 3,132 euros.
Ver comentários
Saber mais PSI-20 Itália Estados Unidos China economia BCP EDP
Outras Notícias