Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PT cai mais de 2% e volta a pressionar bolsa nacional (act.)

A bolsa nacional foi arrastada novamente pela queda da Portugal Telecom, que cedeu mais de 2% e terminou a sessão nos 7,70 euros, o valor mais baixo desde 18 de Junho. O PSI-20 desceu 0,58%, acompanhando a tendência das congéneres europeias.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 24 de Agosto de 2005 às 17:02
  • Partilhar artigo
  • ...

A bolsa nacional foi arrastada novamente pela queda da Portugal Telecom, que cedeu mais de 2% e terminou a sessão nos 7,70 euros, o valor mais baixo desde 18 de Junho. O PSI-20 desceu 0,58%, acompanhando a tendência das congéneres europeias.

O PSI-20 encerrou a sessão a cotar nos 7.752,03 pontos, com nove títulos a cair, seis a subir e cinco inalterados. Numa sessão calma, a liquidez ascendeu a 123,8 milhões de euros, o montante mais elevado desde 5 de Agosto.

A Portugal Telecom (PT) [ptc] deslizou 2,28% para os 7,70 euros, o valor mais baixo de 18 de Junho. A empresa tem sido penalizada por revisões em baixa de recomendações por preocupações com possíveis investimentos que os analistas consideram não serem positivos para a operadora uma vez que não se trata do «core business» da empresa. O «Expresso» noticiou Sábado que a empresa liderada por Horta e Costa poderia fazer uma aquisição na Grécia.

«A curto prazo, o papel poderá não ser a melhor opção», disse um operador, considerando contudo que a acção da PT «é atractiva» e «quanto mais cair mais interessante fica».

O Banco Comercial Português (BCP) [bcp] caiu 0,46% para os 2,17 euros, depois de ter subido 3,81% em quatro dias. O Banco BPI [bpin] também perdeu 0,85% para os 3,51 euros, num dia em que o Banco Espírito Santo (BES) [besnn] encerrou inalterado nos 13,00 euros.

A Energias de Portugal (EDP) [edp], com mais de 11 milhões de títulos negociados, evitou maiores perdas ao subir 0,45% para os 2,24 euros, assim como a Brisa [brisa] que avançou 0,15% para os 6,86 euros, acompanhando o sentimento positivo das companhias d auto-estradas, devido aos processos de privatização que estão a ocorrer no sector em França.

O sector de «media» também contribuiu para uma queda menor do principal índice nacional, com a Media Capital [mcp] a subir 0,58% para os 6,89 euros e a Cofina a ganhar 0,67% para os 3,01 euros.

O recente reforço da RTL na Media Capital não é visto pelos analistas como uma tentativa de tomar o controlo da empresa, mas sim um investimento para elevar a posição de 11,6% para os 20%, o novo patamar que as IAS exigem para uma consolidação patrimonial. A Reuters noticiou que os accionistas da Cabovisão, segundo maior operador de televisão por cabo em Portugal, estão em negociações avançadas com a Media Capital para uma parceria que poderá evoluir para a entrada no capital, noticiou a agência, citando fonte próxima dos accionistas.

As acções da Sporting – Sociedade Desportiva de Futebol, SAD [scdf] desceram 4,56% para os 2,72 euros, em reacção à derrota do clube de Alvalade contra os italianos da Udinese, que custou ao Sporting a perda de pelo menos 3 milhões de euros, ao ficar de fora da Liga dos Campeões.

Outras Notícias