Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PT contraria ganhos do BCP e pressiona bolsa nacional

A Euronext Lisbon recuava pressionada pela queda da Portugal Telecom, num dia em que o BCP sobe perto de 1% pela quarta sessão consecutiva. O PSI-20 cedia 0,04%, uma queda inferior à das congéneres europeias.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 23 de Agosto de 2005 às 12:17
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Euronext Lisbon recuava pressionada pela queda da Portugal Telecom, num dia em que o BCP sobe perto de 1% pela quarta sessão consecutiva. O PSI-20 cedia 0,04%, uma queda inferior à das congéneres europeias.

O principal índice nacional [psi20] descia para os 7.796,09 pontos, com oito títulos a cair, nova a subir e três inalterados.

A PT [ptc] recuava 0,63% para os 7,95 euros, depois de ter subido nas últimas duas sessões e a Energias de Portugal (EDP) [edp] depreciava 0,45% para os 2,23 euros.

O Banco Comercial Português (BCP) [bcp] contrariava a tendência e subia 0,93% para os 2,18 euros, o valor mais elevado desde Março. O banco liderado por Paulo Teixeira Pinto está a subir perto de 1% há quatro sessões.

O Banco Espírito Santo (BES) [besnn] ganhava 0,39% para os 12,95 euros enquanto o Banco BPI [bpin] seguia inalterada nos 3,53 euros.

O Caixa BI manteve o preço-alvo de 3,5 euros para as acções do Banco BPI mas reviu em baixa a recomendação de «accumulate» para «hold» dado o «reduzido» potencial de valorização do título neste momento. O banco explica que apesar de existir espaço para uma revisão em alta das suas estimativas prefere mantê-las inalteradas enquanto as incertezas económicas permanecerem.

A Brisa [brisa] descia 0,15% para os 6,86 euros. A DECO acusou a concessionária de auto-estradas de «desprezar o direito dos consumidores» ao manter o preço da portagem na auto-estrada de Cascais (A5), apesar das obras que decorrem há vários meses afectarem diariamente milhares de utentes.

A Sonae SGPS [son] valorizava 0,83% para os 1,21 euros. A Sonae SGPS entrou para a lista das cinco acções com maior potencial de valorização, de acordo com as avaliações efectuadas pelo Millennium bcp investimento e divulgadas na «newsletter» semanal do Activobank7. O potencial de valorização da empresa é de 15% até ao final do ano tendo em conta um alvo de 1,39 euros.

A Media Capital [mcp] ganhava 0,74% para os 6,85 euros, um dia depois da RTL ter anunciado que aumentou a sua posição na empresa liderada por Paes do Amaral para 16,1%.

Os alemães da RTL dizem estar em conversações com os espanhóis da Prisa sobre a Media Capital, segundo uma entrevista telefónica à agência Bloomberg de Andrew Buckhurst, Investor Relations da empresa. «Temos estado em contacto» com a Prisa, diz Buckhurst sem, no entanto, avançar o teor das conversações entre os dois grupos, ambos com interesse na empresa de «media» nacional.

Os restantes títulos de «media» caíam com a Impresa [ipr] a cair 0,57% para os 5,21 euros e a Cofina [cofi] a recuar 0,66% para os 3,00 euros.

A Cofina saiu da lista das cinco acções com maior potencial de valorização do Millennium bcp investimento, depois da empresa liderada por Paulo Fernandes ter valorizado mais de 2,5% na semana passada e mais de 1% na semana anterior.

Outras Notícias