Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PT dispara 5,85% e impulsiona PSI20 para subida de 1,75% (act.)

A Euronext Lisbon fechou a sessão a valorizar, apoiado nas valorizações do Banco Comercial Português e da Portugal Telecom, esta última a disparar 5,85%. O PSI20 cresceu 1,75%, em contra ciclo com a Europa.

Pedro Carvalho pc@mediafin.pt 07 de Janeiro de 2003 às 16:57
  • Partilhar artigo
  • ...
A Euronext Lisbon fechou a sessão a valorizar, apoiado nas valorizações do Banco Comercial Português (BCP) e da Portugal Telecom (PT), esta última a disparar 5,85%. O PSI20 cresceu 1,75%, em contra ciclo com a Europa.

O PSI20 [PSI20] marcava no final 5.976,70 pontos, com oito acções a valorizarem, oito em queda e as remanescentes quatro inalteradas.

A Portugal Telecom (PT) [PTC], a recuperar da queda da véspera e beneficiar da valorização do real, encerrou com um ganho de 5,38% para 6,88 euros, em linha com o comportamento da Telefónica que aumentou 5,8%. A operadora nacional liderou os ganhos percentuais no índice, bem como a liquidez, com 7,9 milhões de valores movimentados.

A Vodafone Telecel [TLE] aproveitou também o facto da Lehman Brothers ter subido a recomendação para a industria de telecomunicações, amealhando um ganho de 2,68% a marcar 8,68 euros.

As acções do Banco Comercial Português (BCP) [BCP] que ontem sofreram uma desvalorização de 3,83%, recuperaram hoje parcialmente, com um ganho de 1,33% para 2,29 euros. O BPI [BPIN] e o Banco Espírito Santo [BESNN] (BES) acompanharam com valorizações de 0,46% e 1,21%, respectivamente.

A PT Multimédia [PTM] que ontem superou o patamar dos 11 euros pela primeira vez desde Julho de 2001, ao disparar quase 6%, corrigiu hoje em queda de 2,32% para 10,95 euros.

A Electricidade de Portugal (EDP) [EDP] quedou-se em 1,66 euros, enquanto a Brisa [BRISA] cresceu 1,13% a marcar 5,35 euros. O Grupo José de Mello anunciou hoje que passou a deter 25,16% dos direitos de voto da Brisa, após a União Internacional Financeira (UIF), no âmbito de um contrato de «Total Return Swap», ter acordado uma opção de compra da totalidade do capital social da SF Europe Limited, única accionista da Egadi, e que detém 5,03% da concessionária.

A Sonae SGPS [SON] com 4 milhões de títulos negociados permaneceu inalterada em 0,41 euros, enquanto a SonaeCom [SNC], dona da Optimus e da Novis, caiu 0,55% para 1,80 euros.

Ver comentários
Outras Notícias