Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PT e BCP descem mais de 1% e pressionam Euronext Lisbon; JM afunda 7,9% (act)

A Euronext Lisbon voltou a fechar em queda, pressionada pelas desvalorizações superiores a 1% registadas pela Portugal Telecom e Banco Comercial Português, que transaccionou mais de 22 milhões de títulos. As acções da Jerónimo Martins afundaram 7,9%, leva

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 07 de Janeiro de 2004 às 17:23
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Euronext Lisbon voltou a fechar em queda, pressionada pelas desvalorizações superiores a 1% registadas pela Portugal Telecom e Banco Comercial Português, que transaccionou mais de 22 milhões de títulos. As acções da Jerónimo Martins afundaram 7,9%, levando o PSI-20 a cair 0,5%.

O PSI-20 [psi20] terminou a sessão nos 6.786,51 pontos, com sete empresas a subir, 10 a descer e as restantes três sem variação. Na Europa o cenário também era de quedas, com os investidores a fazerem mais valias das valorizações das últimas sessões.

O Banco Comercial Português [BCP] voltou hoje a penalizar o índice, ainda reflectindo o facto de ter interrompido a venda dos ramos reais da Seguros e Pensões.

Com mais de 22 milhões de acções negociadas, o BCP terminou nos 1,74 euros a descer 1,14%, depois da Goldman Sachs ter cortado a recomendação do banco de «in-line» para «underperform».

Para a Espírito Santo Research «existem alguns riscos que nas próximas semanas surjam mais notícias negativas sobre o BCP, devido ao anúncio dos resultados de 2003 no próximo dia 20».

A Portugal Telecom [PTC] – apesar de ter fixado um novo máximo desde Abril de 2002 nos 8,25 euros – foi o outro título que mais pressionou o PSI-20. Depois de quatro sessões acrescentar valor, a operadora de telecomunicações depreciou hoje 1,1% para os 8,08 euros.

No entanto, a maior desvalorização do PSI-20 pertenceu à Jerónimo Martins [JMAR], pois os analistas estão à espera que amanhã a distribuidora anuncie fracas vendas, referente ao período de 2003.

A Espírito Santo Research baixou a recomendação para os títulos da Jerónimo Martins, de «neutral» para «venda», tendo em conta a subida da cotação em Dezembro e a expectativa de quebra das vendas em 2,3% no quatro trimestre de 2003.

Ainda a pressionar o índice, o Banco Espírito Santo caiu 0,69%, para os 13 euros, o Banco BPI desceu 0,34% até aos 2,92 euros e a Sonaecom [SNC] desvalorizou 0,4% para os 2,52 euros.

Impedindo maiores quedas no índice, a Electricidade de Portugal [EDP] somou 0,47% para os 2,12 euros. A Brisa [brisa] somou 0,37% e a Cimpor [CIMP] avançou 0,73%.

Ver comentários
Outras Notícias