Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PT e Vodafone Telecel arrastam abertura da BVLP; PSI20 cede 0,68% (act.)

A Bolsa de Valores de Lisboa e Porto (BVLP) abriu a perder, em linha com Europa, arrastada pela Portugal Telecom e pela Vodafone Telecel, que caía mais de 2%. O PSI30 cedia 0,68% e o PSI30 recuava 0,7%.

Duarte Costa 30 de Janeiro de 2002 às 10:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Bolsa de Valores de Lisboa e Porto (BVLP) abriu a perder, em linha com Europa, arrastada pela Portugal Telecom e pela Vodafone Telecel, que caía mais de 2%. O PSI30 cedia 0,68% e o PSI30 recuava 0,7%.

O PSI20 [PSI20] recuava para os 7.678,54 pontos, com doze empresas a perder, cinco inalteradas e três a subir, enquanto o PSI30 marcava nos 3.657,31 pontos.

A Vodafone Telecel [TLE] inicou a perder 2,49% para os 9,40 euros, depois dos lucros da segunda operadora móvel portuguesa terem crescido 34% nos primeiros nove meses do ano, para os 83,9 milhões de euros, ou 0,39 euros por acção, um valor em linha com o esperado pelos analistas contactados pelo Negocios.pt.

De acordo com a operadora liderada por António Carrapatoso, a receita mensal média por utilizador (ARPU) nos nove primeiros meses do ano recuou de 32,49 euros para 29,83 euros.

A Portugal Telecom [PTC] caía 1,8% para os 8,74 euros e a PT Multimédia [PTM] recuava 0,13% para os 7,83 euros.

Zeinal Bava, administrador financeiro da PT, afirmou ontem, citando dados da Telesp Celular, que a operadora móvel controlada pela PT poderá efectuar um aumento de capital de até 800 milhões de dólares (928,94 milhões de euros).

A PT realizou, no inicio deste ano, uma colocação particular de dívida junto de cinco bancos de investimento internacionais no valor de 250 milhões de euros, que permitirá fazer face às necessidades de tesouraria.

A Electricidade de Portugal [EDP], que inaugurou ontem uma central de ciclo combinado em Macau, através da Companhia de Electricidade de Macau (CEM), sua participada a 22%, num investimento que ascendeu aos 170 milhões de euros, cedia 0,43% para os 2,34 euros.

Rui Horta e Costa, administrador da eléctrica nacional , afirmou ontem que a EDP quer alienar as posições detidas no capital da marroquina Redal, e nas brasileiras Companhia de Electricidade do Estado do Rio de Janeiro (CERJ) e Companhia Energética do Ceará (Coelce).

A Sonae SGPS [SON] caía 1,22% para os 0,81 euros, depois de ontem a Morgan Stanley ter revisto em baixa a recomendação para as acções da «holding» liderada por Belmiro de Azevedo, de «outperform» para «neutral».

No sector financeiro, o Banco Comercial Portugal [BCP] avançava 0,24% para os 4,18 euros, enquanto o BPI [BPIN] perdia 0,41% para os 2,45 euros.

Ver comentários
Outras Notícias