Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PT sobe mais de 4% para máximos e eleva PSI-20 para o nível mais alto desde Julho de 2008 (act.)

A bolsa nacional fechou a sessão a valorizar 1,63% num dia de ganhos generalizados entre os índices bolsistas. O PSI-20 atingiu mesmo o valor mais alto desde Julho de 2008, depois da PT e da Galp também terem tocado em níveis de 2008.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 14 de Outubro de 2009 às 16:52
  • Partilhar artigo
  • 19
  • ...
A bolsa nacional fechou a sessão a valorizar 1,63% num dia de ganhos generalizados entre os índices bolsistas. O PSI-20 atingiu mesmo o valor mais alto desde Julho de 2008, depois da PT e da Galp também terem tocado em níveis de 2008.

O PSI-20 subiu para os 8.881,73 pontos, com as 20 acções a subirem. O dia foi marcado por ganhos generalizados um pouco por todo o mundo, com os resultados apresentados por algumas empresas a reanimarem a confiança dos investidores nas bolsas.

Em destaque estiveram as acções da Portugal Telecom, que subiram 4,10% para 8,13 euros, o que representa o valor mais elevado desde Maio de 2008.

As acções da operadora de telecomunicações beneficiaram de uma nota de análise publicada pelo ING. A casa de investimento aumentou o preço-alvo para a PT de 8,50 euros para os 9,50 euros, mantendo a recomendação de “comprar”. O novo “target” confere aos títulos um potencial de valorização de 16,85% face ao valor de fecho das acções na sessão de hoje.

A Galp Energia também tocou hoje no valor mais elevado desde Setembro de 2008, nos 12,28 euros, a beneficiar da subida dos preços do petróleo, que hoje regressaram aos 75 dólares por barril. Os títulos da petrolífera fecharam a sessão a subir 0,83% para 12,18 euros.

Ainda no sector da energia, a EDP cresceu 1,79% para 3,181 euros e a EDP Renováveis ganhou 0,18% para 7,399 euros.

Destaque ainda para o BCP, que avançou 2,05% para 1,043 euros. O BES cresceu 0,79% para 5,25 euros e o BPI valorizou 0,69% para 2,48 euros.

No sector da construção, a Mota-Engil apreciou 1,16% para os 4,35 euros, a Cimpor avançou 2,14% para os 5,77 euros, a Teixeira Duarte apreciou 1,44% para os 1,13 euros e, fora do PSI-20, a Soares da Costa subiu 2,34% para os 1,31 euros.

A Martifer que também foi alvo de uma nota de análise, desta vez por parte do Millennium Investment Banking, desceu 1,83% para os 4,28 euros, depois do preço-alvo atribuído pela casa de investimento ter sido fixado em 4,05 euros, um valor inferior ao actual preço das acções.

Ver comentários
Outras Notícias