Bolsa Quatro ventos favoráveis dão novos recordes a Wall Street

Quatro ventos favoráveis dão novos recordes a Wall Street

As bolsas do outro lado do Atlântico marcaram máximos históricos, sustentadas sobretudo por quatro fatores: bons dados económicos, resultados sólidos, juros baixos e alívio das tensões comerciais entre os EUA e a China.
Quatro ventos favoráveis dão novos recordes a Wall Street
Reuters
Carla Pedro 17 de janeiro de 2020 às 21:14

O Dow Jones encerrou a somar 0,17% para 29.347,69 pontos, depois de estabelecer durante a sessão o valor mais alto de sempre, nos 29.373,62 pontos.

 

Por seu lado, o Standard & Poor’s 500 avançou 0,38% para 3.329,62pontos, após ter fixado um novo recorde muito perto desse nível, nos 3.329,88 pontos.

 

Também o tecnológico Nasdaq Composite fechou em alta, a subir 0,34% para 9.388,94 pontos. Na abertura da sessão marcou um novo máximo histórico, nos 9.393,48 pontos.

 

Os principais índices bolsistas norte-americanos continuam assim a negociar em terreno nunca antes pisado – com o S&P 500 e o Nasdaq a registarem a oitava sessão consecutiva de máximos históricos.

 

A impulsionar estiveram os bons dados económicos na China e nos EUA, os resultados trimestrais sólidos, os juros baixos e o alívio das tensões comerciais entre Washington e Pequim decorrente da assinatura – na quarta-feira – do acordo de "fase 1" entre as duas maiores economias do mundo.

Estes fatores deixaram os investidores mais otimistas e o apetite pelo risco tem estado a regressar em força.


(notícia atualizada às 22:17)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI