Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Queda de quase 2% da EDP pressiona bolsa nacional

O índice PSI-20 terminou o dia a desvalorizar, acompanhando a tendência verificada no resto da Europa. O dia atribulado da EDP levou a cotada a derrapar e a pressionar a bolsa nacional.

Pedro Catarino/CM
Gonçalo Almeida goncaloalmeida@negocios.pt 14 de Julho de 2020 às 16:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
O índice PSI-20 terminou o dia a cair 0,51% para os 4.450,10 pontos, pressionado principalmente pelo grupo EDP, num dia em que todas as bolsas europeias registaram quedas.

O foco dos investidores esteve hoje na apresentação de resultados de alguns dos maiores bancos de Wall Street, como foi o caso do JP Morgan ou do Wells Fargo, ambos com quedas nos resultados. Para além da temporada de resultados, a subida de casos com covid-19 no país tem preocupado os mercados, numa altura em que estados como a Florida continuam a bater recordes de casos diários.

Por cá, a EDP perdeu 1,63% para os 4,352 euros por ação, num dia em que anunciou que irá antecipar o fecho das centrais de Sines, Soto da Ribera e Aboño. A elétrica, que ontem confirmou ser arguida no caso das rendas excessivas, foi pressionada pelo anúncio de que vai incorrer num custo de 100 milhões de euros este ano para antecipar o fecho destas centrais a carvão. Dentro do grupo EDP, o braço das Renováveis desvalorizou 0,73% para os 13,60 euros por ação.  

Ainda hoje, a EDP acordou a venda de 23,4% do défice tarifário de 2020 relativo ao sobrecusto com a produção em regime especial, por um montante de 273 milhões de euros.

No resto da praça portuguesa, o BCP perde 0,92% para os 10,74 cêntimos por ação e a Jerónimo Martins recuou 0,19% para os 15,39 euros por ação.

Em contraciclo esteve a petrolífera Galp, que valorizou 0,71% para os 10,58 euros por ação. Por esta altura, o preço do petróleo Brent ganha 0,96% para os 43,13 dólares por barril. 
Ver comentários
Saber mais psi-20 edp lisboa galp bcp
Mais lidas
Outras Notícias