Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Queda da EDP ofusca subida do BES e leva bolsa a encerrar última sessão de Março em ligeira baixa

A bolsa nacional fechou em terreno ligeiramente negativo, em contraciclo com o resto da Europa, penalizada sobretudo por títulos da energia e da banca, com o BES a contrariar.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 28 de Março de 2013 às 16:55
  • Assine já 1€/1 mês
  • 372
  • ...

Nas restantes praças do Velho Continente, a tendência foi de subida, com o aumento das vendas a retalho na Alemanha a sustentarem o optimismo no dia em que os bancos cipriotas reabriram depois de quase duas semanas encerrados. Este é o terceiro trimestre consecutivo em alta para as bolsas europeias.

 

Por cá, o PSI-20 encerrou a ceder muito ligeiramente, 0,02%, para 5.822,09 pontos, com 11 cotadas em baixa e 9 em alta, numa sessão em que mudaram de mãos 252,48 milhões de acções.

 

O título que mais pressionou a praça lisboeta foi a EDP. A eléctrica presidida por António Mexia caiu 1,56% para 2,402 euros, no dia em que foi alvo de uma nota de análise onde foi alvo de uma revisão em baixa da avaliação por parte do Société Générale. O banco de investimento reduziu o preço-alvo da EDP de 2,19 euros para 2,07 euros por acção e manteve a recomendação de “vender” as acções.

 

No restante sector energético também a EDP Renováveis acompanhou o movimento negativo, encerrando a ceder 1,31% para 3,77 euros. Em contrapartida, a REN apreciou-se em 0,13% para 2,25 euros e a Galp Energia somou 0,66% para 12,22 euros.

 

No sector financeiro, o BCP e o BPI penalizaram também o índice de referência nacional. O banco liderado por Nuno Amado perdeu 1,04% para 0,095 euros e a instituição financeira comandada por Fernando Ulrich desceu 1,30% para 0,986 euros.

 

Com tónica positiva esteve o BES, ao avançar 1,78% para 0,799 euros, o Banif que somou 0,83% para 0,122 euros e o ESFG que registou um acréscimo de 2,15% para 5,23 euros.

 

As telecomunicações estiveram no grupo sectorial com melhor comportamento na sessão de hoje. A Portugal Telecom fechou a ganhar 0,78% para 3,864 euros, a Sonaecom subiu 3% para 1,683 euros e a Zon Multimédia valorizou-se em 2,43% para 3,294 euros.

 

A Jerónimo Martins também terminou em terreno positivo, a subir 0,20% no dia em que o CaixaBI reiniciou a cobertura da retalhista, atribuindo uma recomendação de “acumular” e um preço-alvo de 17,70 euros. Este “target” confere à dona do Pingo Doce um potencial de valorização de 16,48% tendo em conta o fecho de hoje nos 15,195 euros.

 

A Mota-Engil contribuiu igualmente para travar as perdas da praça lisboeta, ao valorizar 2,77% para 1,858 euros.

 

No sector da pasta e papel, Semapa e Portucel fecharam no vermelho, ao passo que a Altri ganhou terreno. A Inapa, por seu lado, encerrou inalterada face à véspera.

 

(Notícia actualizada às 17h02)

Ver comentários
Saber mais PSI-20 bolsa nacional BCP EDP energia banca telecomunicações
Mais lidas
Outras Notícias