Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Queda da EDP pressiona abertura da bolsa

PSI-20 acompanha tendência das bolsas europeias, que continuam a corrigir das subidas da semana passada.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 18 de Setembro de 2012 às 08:14
  • Partilhar artigo
  • 6
  • ...
A bolsa portuguesa negocia em terreno negativo pela segunda sessão, acompanhando o movimento de correcção das praças europeias. O PSI-20 desce 0,64% para 5.365,18 pontos, com 11 acções em queda, seis inalteradas e apenas uma em alta.

Nos restantes índices europeus as quedas são semelhantes, com as acções a serem pressionadas pelas declarações de um responsável do BCE, que terá sugerido a Espanha que o melhor será o País pedir ajuda e assim garantir a intervenção do banco central.

Em Lisboa é a EDP que mais pressiona o PSI-20, com a eléctrica liderada por António Mexia a recuar 1,39% para 2,264 euros. Segue-se outro peso pesado, com a Jerónimo Martins a desvalorizar 0,86% para 12,74 euros.

A banca contribui de igual forma para a queda da bolsa. O BCP cai 1,67% para 0,059 euros, continuando a ser pressionado pela negociação dos direitos, que hoje descem 3,57% para 0,027 euros. Já o BPI recua 3,53% para 0,82 euros e o BES abriu estável nos 0,675 euros.

O Nomura emitiu hoje notas de “research” para duas cotadas nacionais. Elevou a recomendação da EDP Renováveis de “reduzir” para “comprar” e cortou a recomendação da Zon de “comprar” para “neutral”, com um preço-alvo de 3 euros, abaixo dos anteriores 5,50 euros. A EDP Renováveis é mesmo a única cotada do índice português em alta, com um ganho de 0,83% para 3,54 euros.




Ver comentários
Saber mais Bolsa PSI-20
Outras Notícias