Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Queda da EDP tira força ao PSI-20

A bolsa nacional perdeu o fôlego do início da negociação de hoje e seguia agora a recuar, pressionada pela queda dos títulos da EDP e da PT. O PSI-20 descia 0,05%, contrariando a tendência das congéneres europeias, numa sessão em que a Brisa impedia uma m

Paulo Moutinho 20 de Julho de 2006 às 11:06
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A bolsa nacional perdeu o fôlego do início da negociação de hoje e seguia agora a recuar, pressionada pela queda dos títulos da EDP e da PT. O PSI-20 descia 0,05%, contrariando a tendência das congéneres europeias, numa sessão em que a Brisa impedia uma maior desvalorização do índice.

O principal índice da bolsa nacional [psi20] escorregava para os 9.453,45 pontos, com sete cotadas a desvalorizar, nove em alta e quatro títulos sem variação.

As restantes praças europeias mantêm hoje a tendência de ganhos iniciada ontem, depois de Ben Bernanke, o presidente da Reserva Federal dos EUA ter indiciado que poderá vir a efectuar uma pausa na subida dos juros.

Na Euronext Lisbon, a Energias de Portugal [edp], depois da forte subida de mais de 2% registada na sessão de ontem com os investidores a aplaudirem o seu plano estratégico, está hoje a ceder 0,66% para os 2,99 euros.

Na edição de hoje, o «Jornal de Negócios» avança que o plano estratégico para a EDP que António Mexia apresentou ontem em Londres, não foi validado pelo Conselho Geral e de Supervisão (CGS) da eléctrica portuguesa e, como tal, não contempla a opinião dos accionistas sobre os caminhos a seguir durante o triénio 2006/2008.

Também a impedir a subida do índice principal estão os títulos da Portugal Telecom [ptc], que seguem a perder 0,21% para os 9,58 euros, enquanto que a participada, a PT Multimédia [ptm] segue estável nos 9,02 euros.

A Sonaecom [snc], a oferente da PT e da PTM, recuava 0,7% para os 4,27 euros, enquanto a «holding» de Belmiro de Azevedo, a Sonae SGPS [son] segue a cotar nos 1,18 euros, sem variação.

Também inalterados estão os títulos do BES [besnn] e do Banco Comercial Português [bcp]. As acções do banco liderado por Paulo Teixeira Pinto seguem a cotar nos 2,21 euros, no dia em que o Bank Millennium, instituição participada do BCP na Grécia, anunciou antes do mercado que os seus lucros cresceram 8% para os 139,7 milhões de zlotys (36 milhões de euros) no primeiro semestre.

Na restante banca, o Banco BPI [bpin], o alvo da OPA do BCP, somava 0,52% para os 5,76 euros.

A sustentar o PSI-20 estão essencialmente os títulos da Brisa [brisa], que seguem a valorizar 0,5% para os 8,06 euros, e da Cimpor [cimp], que apreciava 0,39% para os 5,17 euros.

De sublinhar ainda a performance dos títulos da Impresa [ipr], que estão hoje novamente a registar uma forte valorização, de 3,41% para os 4,24 euros.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias