Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Queda do petróleo penaliza Wall Street

As praças norte-americanas negoceiam em terreno negativo com a queda acentuada dos preços do petróleo a penalizarem as empresas energéticas e produtoras de matérias-primas. O Dow Jones desvalorizava 0,70%, o Nasdaq perdia 0,90% e o S&P500 recuava 1,03%.

Lara Rosa lararosa@negocios.pt 12 de Janeiro de 2009 às 15:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
As praças norte-americanas negoceiam em terreno negativo com a queda acentuada dos preços do petróleo a penalizarem as empresas energéticas e produtoras de matérias-primas. O Dow Jones desvalorizava 0,70%, o Nasdaq perdia 0,90% e o S&P500 recuava 1,03%.

O índice industrial negoceia nos 8.539,04 pontos, o tecnológico nos 1.557,46 pontos e o S&P500 nos 881,14 pontos.

A queda dos preços do petróleo está a levar as empresas energéticas e produtoras de “commodities” a desvalorizar, o que está a pressionar a negociação do mercado accionista norte-americano na sessão de hoje.

A matéria-prima segue a desvalorizar mais de 6% no mercado nova-iorquino, registando já a quinta sessão consecutiva em terreno negativo, acumulando uma desvalorização superior a 23% no período.

A Exxon Mobil, a maior petrolífera mundial, desvalorizava 0,81% para os 76,94 dólares, depois de já ter estado a cair mais de 1%, e a Alcoa, empresa produtora de alumínio, recuava 6,01% para os 10,16 dólares.

Esta é já a quarta sessão consecutiva de quedas para o índice industrial Dow Jones e a segunda para os outros dois índices. Na última sessão as praças da maior economia do mundo foram penalizadas pelos receios de que o aumento da taxa de desemprego seja um sinal de que a recessão mundial está a agravar-se.

Na Europa as principais praças também seguem a desvalorizar com os investidores a temerem uma deterioração dos resultados das empresas como consequência da crise económica.


Veja também:

As cotações dos principais índices

A evolução das acções do Dow Jones e Nasdaq 100



Ver comentários
Outras Notícias