Bolsa Quedas superiores a 3% do BPI e da PT pressionam bolsa

Quedas superiores a 3% do BPI e da PT pressionam bolsa

As bolsas europeias inverteram para terreno negativo, um movimento que está a ser acompanhado pela praça portuguesa, que segue pressionada pelo BPI e pela PT.
Quedas superiores a 3% do BPI e da PT pressionam bolsa
Reuters
Negócios 28 de janeiro de 2015 às 09:44

A bolsa nacional segue em terreno negativo, em linha com as praças europeias, que inverteram da tendência positiva que registavam na abertura da sessão.

 

O PSI-20 está a recuar 0,22% para 5.625,15 pontos, com oito cotadas em alta, nove em queda e uma inalterada. Os índices europeus estão a ser penalizados pelos resultados da Roche, que ficaram abaixo do previsto. A bolsa de Atenas cede mais de 4%, no terceiro dia de descidas acentuadas.

 

Os investidores devem estar hoje atentos à Reserva Federal dos Estados Unidos. Esta quarta-feira termina a reunião de dois dias da autoridade monetária norte-americana e a expectativa dos economistas consultados pela Bloomberg aponta para que a taxa de juro seja mantida no intervalo entre 0% e 0,25%, o nível mais baixo de sempre. 

 

Em Lisboa o BPI é o que mais pressiona o PSI-20, com uma queda de 3,42% para 0,875 euros. O banco anuncia na quinta-feira, depois do fecho dos mercados, os resultados de 2014, sendo que o CaixaBI aponta para prejuízos de 83,1 milhões de euros.

 

O BBVA reduziu o preço-alvo da instituição presidida por Fernando Ulrich de 1,40 euros para 0,75 euros, mantendo a recomendação para o BPI em "underperform". 

 

O Banco Comercial Português está também em terreno negativo, a cair 1,16% para 6,82 cêntimos. O Banif avança 1,67% para 0,61 cêntimos.

 

Também a penalizar a bolsa está a Portugal Telecom, com as acções da cotada a descerem 3,54% para 0,735 euros. Os credores da Oi aprovaram a venda da PT Portugal à Altice, mas com a condição de o encaixe ser utilizado na redução da dívida da empresa ou na consolidação do sector de telecomunicações no Brasil. 

 

A Nos desvaloriza 0,37% para 5,61 euros e a Mota-Engil cai 1,74% para 2,82 euros.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI