Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Receios com recessão atiram bolsas europeias para mínimos de 1996

As bolsas europeias estão em queda e negociar em mínimos de Novembro de 1996, perante o acentuar de que a recessão a nível mundial está a acentuar-se. O Stoxx50 depreciava 0,71% para os 1.659,01 pontos.

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 03 de Março de 2009 às 11:24
As bolsas europeias estão em queda e negociar em mínimos de Novembro de 1996, perante o acentuar de que a recessão a nível mundial está a acentuar-se. O Stoxx50 depreciava 0,71% para os 1.659,01 pontos.

Os índices do Velho Continente seguem, assim, a tendência de perdas já registada pelas praças asiáticas, depois dos índices norte-americanos terem ontem afundado para novos mínimos de 11 anos.

Entre os índices que mais perdem estão o britânico FTSE, que desliza 1,41% para os 3.574,76 pontos, e o holandês AEX, que desliza 1,17% para os 206,39 pontos.

O sector da banca e o financeiro são os que mais contribuem para a tendência das bolsas com quedas de 2,46% e de 3,19%, respectivamente.

O HSBC Holdings, que afundou ontem mais de 18% depois de ter anunciado que pretende aumentar capital em 12,5 mil milhões de libras (14,1 mil milhões de euros), volta hoje a perder 2,44% para os 389,25 pence.

O BBVA escorrega 1,90% para os 5,15 euros, o Santander deprecia 1,11% para os 4,45 euros e o BNP Paribas desvaloriza 0,66% para os 23,4 euros.

A excepção vai para o UBS, que avança 2,13% para os 10,09 euros, depois do Citigroup ter revisto em alta a recomendação para as suas acções de “manter” para “comprar”.

A pressionar está também a farmacêutica Bayer no dia em que registou lucros no quarto trimestre que falharam as estimativas dos analistas, depois de ter tido um prejuízo operacional na sua unidade de químicos que eliminou os ganhos na divisão de Saúde. A farmacêutica, que está a perder 3,08% para os 35,57 euros, espera que as vendas baixem em 2009.



Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio