Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Receios de baixa procura da dívida grega impulsiona iene e penaliza índices do Japão

As acções asiáticas desceram e levaram o índice de referência para a região a registar a maior descida das últimas seis semanas, pressionado pelas receitas desapontantes da Alcoa. O iene valorizou com especulação de que a procura num leilão de dívida grega será fraca, e penalizou as praças de referência para o Japão.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 13 de Abril de 2010 às 07:55
  • Partilhar artigo
  • ...
As acções asiáticas desceram e levaram o índice de referência para a região a registar a maior descida das últimas seis semanas, pressionado pelas receitas desapontantes da Alcoa. O iene valorizou com especulação de que a procura num leilão de dívida grega será fraca, e penalizou as praças de referência para o Japão.

O índice de referência MSCI Ásia – Pacifico recuou 0,7% para 127,36 pontos, naquela que foi a maior descida desde 4 de Março. O índice negoceia 12% acima do seu mínimo registado no dia 8 de Fevereiro, a beneficiar do abrandamento dos receios em torno da crise orçamental da Grécia e da divulgação de dados económicos mais animadores.

“As avaliações parecem um bocadinho esticadas”, disse o gestor de fundos Argo Investments, Chris Hall à Bloomberg. “Ninguém está a contestar que vai haver uma recuperação, mas é questão da magnitude que está a deixas as pessoas um pouco cautelosas. Os investidores estão à espera de ver provas de que os resultados são sustentáveis para além das medidas de estímulo”.

Em Tóquio o Nikkei desceu 0,81% para 11.161,23 pontos e o Topix perdeu 0,68% para 987,99 pontos. A pressionar os índices japoneses estiveram as cotadas do sector exportador, que foram pressionadas pela apreciação do iene face às principais 16 divisas com que negoceia, o que penaliza o valor em ienes das vendas realizadas na Europa e nos Estados Unidos.

O iene interrompeu três sessões de descidas face ao euro, com especulação de que a procura de dívida grega num leilão que será realizado hoje será fraca, o que impulsionou a procura da divisa de refúgio.

“A apreciação do iene está a ter um impacto negativo no mercado”, disse o estratega sénior do Daiwa Asset Manager, Yoshinori Nagano à Bloomberg. “Muitos investidores vêem o mercado como pronto para entrar numa fase de correcção, e notícias apenas ligeiramente negativas levá-los-ão a realizar os seus lucros”.

O Shangai Composite recua 0,1%, com o optimismo abrandar ligeiramente, com receios de que o yuan venha a valorizar num futuro próximo. O Hang Seng de Hong Kong desce 0,6%.

A Alcoa apresentou receitas de 4,89 mil milhões de dólares, que ficaram abaixo dos 5,23 mil milhões de dólares para que apontavam as estimativas dos analistas. Isto apesar de os preços do alumínio terem subido 57% face ao período homólogo.
Ver comentários
Outras Notícias