Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Recordes em Wall Street. Dow fecha acima de 35.000 pontos pela primeira vez

As bolsas do outro lado do Atlântico encerraram em terreno positivo, pela terceira quarta consecutiva, numa altura em que os investidores se mostram mais otimismas perante a reabertura das economias.

Reuters
Carla Pedro cpedro@negocios.pt 23 de Julho de 2021 às 21:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

O índice industrial Dow Jones fechou a somar 0,68%, para se fixar nos 35.061,55 pontos, naquele que foi um recorde de fecho. O índice já tinha chegado a este patamar, mas apenas em valores intradiários. Hoje atingiu também o nível mais elevado de sempre, durante a sessão, nos 35.095,33 pontos.

 

Já o Standard & Poor’s 500 avançou 1,01%, para 4.411,79 pontos, que foi também um máximo de sempre em valor de encerramento. Durante o dia estabeleceu um novo máximo histórico, nos 4.415,18 pontos.

 

Por seu lado, o tecnológico Nasdaq Composite valorizou 1,04% para 14.836,99 pontos – igualmente um recorde de fecho de sessão. Na negociação intradiária chegou ao patamar mais alto de sempre, nos 14.846,06 pontos.

 

As bolsas de Wall Street terminam assim em franca alta, e em recordes, uma semana que começou de forma turbulenta, quando o Dow chegou a afundar 900 pontos e a marcar a pior sessão desde outubro. Tudo à conta dos receios em torno da variante delta, que poderá levar a uma desaceleração do crescimento económico global.

 

No entanto, os dados económicos dos EUA e a convicção de que as economias acabarão por ir reabrindo, mesmo com ressurgências da covid, acabaram por dar alento aos investidores e ajudaram à tónica positiva.

 

Além disso, têm sido reportados resultados trimestrais acima do esperado por parte de cotadas de peso, o que também tem ajudado ao sentimento mais otimista.

Ver comentários
Saber mais Wall Street Standard & Poor's 500 Nasdaq Composite Dow Jones bolsa EUA
Outras Notícias