Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Resultados da banca contrariam subida das petrolíferas nas praças europeias

As bolsas europeias seguem mistas, com subida das petrolíferas a ser contrariada por resultados abaixo do esperado no sector bancário. O Dow Jones Stoxx 50 recuava 0,08% para os 3.134,37 pontos.

Paulo Moutinho 09 de Agosto de 2005 às 11:46
  • Partilhar artigo
  • ...

As bolsas europeias seguem mistas, com subida das petrolíferas a ser contrariada por resultados abaixo do esperado no sector bancário. O Dow Jones Stoxx 50 recuava 0,08% para os 3.134,37 pontos.

Em Nova Iorque o barril de crude depreciava 0,09% para os 63,88 dólares, depois de esta manhã ter atingido o máximo histórico de 64,27 dólares. O «brent» recuava 0,27% nos 62,53 dólares.

O sector financeiro europeu está em queda, depois do UBS ter apresentado resultados positivos no segundo semestre mas abaixo das expectativas dos analistas.As perdas na banca são suportadas pelas petrolíferas que seguem em alta nos mercados europeus, devido aos valores recorde atingidos pelo petróleo.

O AEX regista a maior subida das praças europeias, a valorizar 0,22% para os 392,29 pontos, com a Royal Dutch Shell a subir 2,12% para os 52,95 euros. A Unilever, fabricante da Lipton, depreciava 0,98% para os 55,55 euros.

O CAC40 seguia a valorizar 0,18% para os 4.449,04 pontos. A petrolífera Total influencia o índice com uma subida de 1,15% para os 211,1 euros, com a subida do preço do petróleo. O banco BNP, segue a tendência do sector e desvaloriza 0,33% para os 59,7 euros.

O DAX sobe 0,15% para os 4844,98 pontos, com a Deutsche Telecom a subir 0,94% para os 16,16 euros. O Deutsche Bank segue praticamente inalterado a descer 0,06% para os 29,87 euros.

O Footsie está a subir 0,10% para os 5.349,80 pontos com a valorização da BP que valorizava 1,77% para as 6,61 libras, contrariada pelo HSBC que está a depreciar 0,81% para as 9,15 libras

O IBEX desce 0,41% para aos 10.074,10 pontos, com o Santander a descer 0,69% para os 10.01 euros. A Repsol subia 0,13% para os 23,45 euros.

Outras Notícias