Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Resultados pressionam bolsas nos EUA

As praças norte-americanas seguiam a negociar em queda, pressionadas pelas vendas que ficaram aquém esperado pelos analistas, apresentadas pela Time Warner e também pela Adobe Systems, que reviu em baixa as suas previsões de lucros para este trimestre. O

Paulo Moutinho 03 de Maio de 2006 às 14:55
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As praças norte-americanas seguiam a negociar em queda, pressionadas pelas vendas que ficaram aquém esperado pelos analistas, apresentadas pela Time Warner e também pela Adobe Systems, que reviu em baixa as suas previsões de lucros para este trimestre. O Dow Jones cedia 0,22% e o índice compósito Nasdaq recuava 0,04%.

O índice industrial Dow Jones recuava para os 11.392,83 pontos, enquanto o Nasdaq avançava para os 2.308,12 pontos.

A pressionar as praças norte-americanas estavam os títulos da Time Warner, a maior empresa de «media» do mundo, que recuavam 0,98% para os 17,25 dólares, depois da empresa ter anunciado que as suas vendas referentes aos primeiros três meses do ano aumentaram 1% para os 10,5 mil milhões de dólares, um valor que ficou abaixo dos 10,9 mil milhões estimados pelos analistas da Thomson Financial.

Também em queda estava a Adobe Systems, que descia 6,88% para os 35,71 dólares. Os investidores estão a penalizar as acções da fabricante de «software», depois da empresa ter anunciado que prevê que as vendas relativas ao segundo trimestre fiscal fiquem próximas dos 640 milhões de dólares, abaixo da projecção anteriormente efectuada pela Adobe que se situava entre os 640 e os 670 milhões de dólares.

A Procter & Gamble desvalorizava 3,2% para os 56,25 dólares, apesar de ter revelado que os seus lucros aumentaram 37% no terceiro trimestre fiscal, e de ter revisto em alta as suas estimativas de lucros anuais para pelo menos 2,61 dólares por acção no actual ano fiscal, acima das anteriores previsões de 2,58 dólares

Outras Notícias