Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

RWE quer criar subsidiária de renováveis e dispersar 10% do capital no final de 2016

A eléctrica alemã quer colocar a divisão de energias renováveis numa nova empresa e dispersar parte do capital da nova subsidiária até ao final do próximo ano.

Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 01 de Dezembro de 2015 às 17:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A RWE está a preparar a separação da sua unidade de energias renováveis, através da criação de uma nova empresa subsidiária, da qual prevê dispersar cerca de 10% do capital em bolsa, no final do próximo ano.

A nova subsidiária criada no processo de reestruturação de activos da companhia alemã irá integrar as energias renováveis, rede eléctrica e todo o segmento de negócio de retalho, adiantou a segunda maior "utility" alemã, numa decisão idêntica à tomada pela sua concorrente E.ON há um ano.

De acordo com a informação divulgada, a RWE quer colocar até ao final do próximo ano uma fatia da nova companhia em bolsa, através de uma oferta pública inicial (IPO, sigla em inglês), onde antecipa dispersar 10% da sua subsidiária.

As eléctricas alemãs têm enfrentado dificuldades em garantir a rentabilidade das suas fábricas de carvão e gás, deparando-se com a quebra dos preços da energia no retalho e um aumento das energias renováveis.

Esta descida dos preços tem agravado ainda as preocupações em torno da capacidade destas empresas para suportarem os 80 mil milhões de euros para financiar o encerramento de todas as centrais nucleares do país até 2020.

Ver comentários
Saber mais Rwe renováveis IPO spin-off separação nuclear utility energia bolsa
Mais lidas
Outras Notícias