Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

S&P500 desce pela primeira vez em seis sessões

Bolsas norte-americanas estão generalizadamente em queda, com excepção do Dow Jones, que sobe ligeiramente.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 23 de Dezembro de 2010 às 15:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
As principais praças dos EUA estão a negociar em terreno negativo, com os investidores a considerarem que as recentes subidas foram excessivas.

Hoje foram divulgados vários dados, que estão a influenciar as bolsas do outro lado do Atlântico tanto pela positiva como pela negativa. A contribuir para o optimismo estão os anúncios de uma retoma das encomendas de bens duradouros, de uma queda nos pedidos de subsídio de desemprego na semana passada e da melhoria da confiança dos consumidores, medida pela Universidade do Michigan.

A contrariar estas boas notícias esteve o dado relativo às vendas de casas novas, que aumentaram menos do que o previsto.

Mas o que está realmente a penalizar o sentimento do mercado é a convicção de que as subidas poderiam estar a ser excessivas. “Os mercados accionistas foram demasiado longe, demasiado depressa”, comentou à Bloomberg um estratega de investimento da Wells Capital Management, James Paulsen.

O índice industrial Dow Jones está a ganhar 0,08% fixando-se nos 11.568,16 pontos. O S&P 500 cede 0,17% para se estabelecer nos 1.256,68 pontos.

Por seu lado, o índice tecnológico Nasdaq desvaloriza 0,34% para 2.662,51 pontos.

A escalada de cinco dias registada pelo Standard & Poor’s 500 colocou o índice no seu nível mais caro desde Junho, sublinha a Bloomberg.

A Micron Technology segue a perder mais de 2%, depois de reportar vendas aquém do estimado pelos analistas para o seu primeiro trimestre fiscal.

Em contrapartida, a Bed Bath & Beyond sobe mais de 5% depois de prever lucros acima do projectado pelos analistas.

Ver comentários
Saber mais Wall Street Dow Jones Nasdaq S&P 500 bolsas
Mais lidas
Outras Notícias