Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sector energético impulsiona bolsa nacional

A bolsa nacional avança 0,40%, num dia em que as congéneres europeias não estão a negociar com uma tendência bem definida. As principais cotadas do sector energético sobem, enquanto BES e BCP são os que mais pressionam o índice.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 15 de Setembro de 2009 às 12:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...


A bolsa nacional avança 0,40%, num dia em que as congéneres europeias não estão a negociar com uma tendência bem definida. As principais cotadas do sector energético sobem, enquanto BES e BCP são os que mais pressionam o índice.

O índice principal negoceia nos 8.158,96 pontos com 16 cotadas a subir e quatro a descer. As principais praças europeias encontram-se a negociar mistas enquanto o índice de referência para a Europa perde terreno.

A EDP é a cotada que mais impulsiona e está a subir 1,06% para 3,044 euros. A EDP Renováveis sobe 0,84% para 7,061 euros e a petrolífera Galp Energia ganha 1,05% para 11,055 euros. A REN, que faz a gestão da rede de distribuição de electricidade, avança 1,57% para 2,905 euros.

Por outro lado, o BES é o que mais contraria a subida, ao recuar 0,49% para 4,697 euros e o BCP perde 0,32% para 0,938 euros.

Ricardo Salgado não gostou de ver o Banco Espírito Santo ser acusado por Filipe Pinhal de estar envolvido no assalto ao poder no BCP. Num texto que o Negócios publica hoje em exclusivo, o banqueiro contra-ataca. O BPI, por seu turno, avança 0,09% para 2,193 euros.

A Zon Multimédia ganha 2,24% para 4,703 euros e a Sonaecom aprecia 3,08% para 2,072 euros. Os rumores de fusão entre as duas operadoras não são novos mas nos últimos dias intensificaram-se.

Em entrevista ao “Público” e à “Rádio Renascença”, este fim-de-semana, Belmiro de Azevedo insinuou que a fusão entre as duas empresas não se concretiza apenas por entraves políticos. Já a Portugal Telecom recua 0,07% para 7,265 euros.


A Brisa negoceia em baixa de 0,22% para 4,64 euros enquanto a Cimpor valoriza 0,47% para 5,38 euros.

Entre as cotadas do sector de pasta e papel, a Semapa sobe 0,07% para 7,025 euros e a Portucel avança 0,36% para 3,408 euros. A Altri aprecia 0,54% para 3,52 euros.

No sector da construção, a Mota-Engil ganha 0,26% para 3,408 euros e a Teixeira Duarte sobe 0,49% para 1,02 euros. Já a Soares da Costa, que negoceia no PSI-Geral, deprecia 0,88% para 1,13 euros.

Ver comentários
Outras Notícias