Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sector energético impulsiona PSI-20

A bolsa nacional segue em alta, a manter a tendência da abertura, impulsionada pelo sector energético. As congéneres europeias registam também uma tendência positiva, com os investidores positivos em relação à cimeira de emergência dos líderes europeus que se irá realizar amanhã.

Andreia Major amajor@negocios.pt 20 de Julho de 2011 às 09:25
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O PSI-20 avança 0,62% para 6.706,45 euros, com 18 cotadas em alta, uma cotada em baixa, e uma que se apresenta inalterada. O sector energético está a conduzir os ganhos do índice, com a Galp Energia e a EDP na linha da frente.

Na Europa, a tónica é igualmente de ganhos, a reflectir o optimismo dos investidores face à reunião de emergência dos líderes europeus que irá ter amanhã lugar em Bruxelas.

Os líderes da Zona Euro irão reunir para discutir o caso da dívida grega e as medidas relativas ao segundo pacote de ajuda financeira ao país.

Vários políticos europeus já se pronunciaram quanto à reunião. Papandreou, primeiro-ministro grego, e Evangelos Venizelos, ministro das Finanças grego, declararam que era urgente que os líderes europeus tomassem decisões e agissem, em benefício não só da Grécia mas de todos os países da Europa, referindo-se aos riscos de contágio.

No entanto, Angela Merkel já veio dizer que era “ilusório” esperar-se que de uma reunião saíssem todas as soluções para a crise da dívida na Europa.

Por cá, a Galp Energia aprecia 1,12% para 15,77 euros, e a EDP avança 0,49% para 2,241 euros. A eléctrica portuguesa divulgou ontem os dados operacionais previsionais relativos ao primeiro semestre. A exposição ao Brasil e a distribuição de gás na Península Ibérica permitiram impulsionar a distribuição de energia em 1%.

A EDP Renováveis valoriza 0,7% para 4,334 euros. A negociar em sentido contrário está a REN, e é a única cotada em queda no PSI-20. A rede eléctrica nacional recua 0,87% para 2,278 euros e é o único título a travar maiores ganhos do índice.

Com destaque no terreno positivo estão também a Jerónimo Martins e a Sonae. A retalhista soma 0,26% para 13,74 euros, e a empresa liderada por Belmiro de Azevedo cresce 1,38% para 0,66 euros.

A Altri segue inalterada a negociar nos 1,324 euros, e a Mota-Engil ganha 0,99% para 1,222 euros.

No sector da banca, o Banif ganha 1,22% para 0,498 euros, sendo o título deste sector que mais está a contribuir para a subida do PSI-20. Segue-se o BCP, a apreciar 0,33% para 0,302 euros, após ontem ter atingido um novo mínimo histórico quando tocou nos 0,292 euros. O BES ganha 0,68% para 2,235 euros, e o BPI valoriza 0,87 para 0,929 euros.

A Portucel sobe 1,27% para 2,157 euros no dia em que anuncia os resultados do primeiro semestre.

Ver comentários
Saber mais PSI-20 Galp Energia EDP
Outras Notícias