Bolsa Sector industrial e do consumo penalizam Wall Street

Sector industrial e do consumo penalizam Wall Street

As bolsas norte-americanas perderam alguma dinâmica, depois de terem atingido os níveis mais altos do ano no final da semana passada. O mau desempenho dos títulos ligados ao consumo e à indústria ofuscou os ganhos das empresas do sector da saúde.
Sector industrial e do consumo penalizam Wall Street
Negócios 04 de abril de 2016 às 21:28

O índice industrial Dow Jones fechou a sessão desta segunda-feira a recuar 0,31%, para se fixar nos 17.737,00 pontos. Por seu lado, o Standard & Poor’s 500 cedeu 0,30% para 2.066,05 pontos. Já o índice tecnológico Nasdaq Composite recuou 0,46%, a valer 4.891,79 pontos.

 

Os investidores estão à espera de novos dados que lhes permitam perceber se há razões para a escalada do outro lado do Atlântico prosseguir.

 

O mercado está também a tentar perceber como será a trajectória dos juros por parte da Reserva Federal norte-americana, depois de a sua presidente, Janet Yellen, ter reiterado na semana passada que o aumento das taxas de juro será gradual.

 

Recorde-se que a Fed aumentou a taxa de juro directora em Dezembro passado, depois de quase uma década sem mexer nos juros. Entretanto, a desaceleração na China e os riscos globais que se têm intensificado levaram o banco central dos EUA a terem uma posição mais cautelosa relativamente ao processo de subida dos juros.

 

Na sua última reunião, a Fed manteve os juros inalterados e estimou que a taxa directora terminaria o ano nos 0,875%. Se assim for, isso significa que só haverá mais duas subidas este ano, quando os números da estimativa anterior implicavam quatro aumentos em 2016.

 

Segundo os dados compilados pela Bloomberg, a maioria dos operadores, analistas e economistas não espera um aumento dos juros por parte da Reserva Federal na sua reunião de Abril. Além disso, as estimativas para que haja uma subida na reunião de Junho também foram reduzidas.

 

As atenções vão agora também começar a virar-se para a nova época de apresentação de resultados. Como sempre, será a Alcoa a dar o pontapé de saída na divulgação das contas – e será já no próximo dia 11 de Abril. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI