Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sonae Turismo vende Aqualuz por um euro

Aqualuz - Turismo e Lazer, que tem apresentado resultados negativos, foi vendida por um euro à Efanor Investimentos, que detém 62,6% do capital social da Sonae Capital. A transacção terá impacto negativo de 1,11 milhões de euros sobre a empresa liderada por Cláudia Azevedo.

A empresa liderada por Cláudia Azevedo propõe distribuir um dividendo ilíquido de 0,10 euros por acção, o que equivale a quase 12% da cotação actual. A Sonae Capital vai distribuir mais dinheiro aos accionistas do que o lucro obtido em 2016, que foi de 18,7 milhões. Os accionistas vão receber 25 milhões de euros.
Carla Pedro cpedro@negocios.pt 14 de Dezembro de 2015 às 20:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • 8
  • ...

A Efanor, "holding" pessoal do empresário Belmiro de Azevedo, comprou por um euro, à Sonae Turismo – participada da Sonae Capital –, a Aqualuz, que se dedica à exploração do hotel Aqualuz Suite Hotel Lagos.


Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Sonae Capital refere que o preço pago pela Efanor Investimentos, SGPS, S.A. (sociedade do Grupo Efanor, que detém directa e indirectamente 62,6% do capital social da Sonae Capital), foi "objecto de avaliação de entidade terceira independente e o respectivo valor apurado com base na mesma".


"A opção pela via da alienação da actividade de exploração desta unidade que, historicamente, tem apresentado resultados negativos, afigurou-se como a melhor alternativa de valorização do portfólio, uma vez que não foi possível encontrar, até à data, nem se vislumbram, no curto/médio prazo, soluções que permitam melhorar de forma significativa a rentabilidade da operação de Lagos", acrescenta o documento.


O activo imobiliário no qual a sociedade Aqualuz opera continuará a ser propriedade do grupo Sonae Capital, mais concretamente da sua participada indirecta Bloco Q - Sociedade Imobiliária, S.A., mantendo-se o contrato de arrendamento existente em vigor, salienta o comunicado.


O documento refere ainda que esta transacção terá um impacto negativo de 1,11 milhões de euros nos capitais próprios consolidados da Sonae Capital, empresa liderada por Cláudia Azevedo.

A Sonae Capital encerrou a sessão desta segunda-feira a ceder 0,21% para se fixar nos 0,47 euros por acção.

Ver comentários
Saber mais Sonae Capital Sonae Turismo Efanor Aqualuz
Outras Notícias