Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Subida das acções do BCP não evita queda em Lisboa

As acções do Banco Comercial Português iniciaram a sessão a subir mais de 1%, ganho que é insuficiente para a valorização da bolsa, devido à queda da Portugal Telecom e Galp Energia. Na última sessão do ano, que será mais curta que o habitual, o PSI-20 de

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 31 de Dezembro de 2007 às 08:26
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As acções do Banco Comercial Português iniciaram a sessão a subir mais de 1%, ganho que é insuficiente para a valorização da bolsa, devido à queda da Portugal Telecom e Galp Energia. Na última sessão do ano, que será mais curta que o habitual, o PSI-20 desce 0,16%.

O PSI-20 iniciou a sessão a descer 0,16% para 13.017,72 pontos, numa dia que terá apenas cinco horas de negociação. Devido ao feriado do Ano Novo, a sessão encerra hoje às 13h00 e são várias as bolsas europeias que estão encerradas todo o dia: Frankfurt, Milão e Madrid.

As acções da Portugal Telecom e da Galp Energia estão a desvalorizar mais de 1%, contribuindo para a abertura negativa da Bolsa. A operadora recua 1,45% para 8,85 euros e a Galp Energia cai 1,07% até aos 18,49 euros.

O Banco Comercial Português evita maiores quedas, com uma valorização de 1,02% para 2,97 euros. As acções do banco estão a reagir em alta ao surgimento de uma nova lista para concorrer à liderança do BCP, que é encabeçada por Miguel Cadilhe.

O mercado antecipa uma forte corrida às acções até à próxima assembleia geral de accionistas, de 15 de Janeiro, onde será escolhido o futuro presidente do BCP: carlos Santos Ferreira ou Miguel Cadilhe.

Ver comentários
Outras Notícias