Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Subidas do grupo EDP seguram PSI-20

O PSI-20 fechou a semana com uma valorização ligeira graças às subidas do grupo EDP, o que chegou para contrariar a queda da maioria das cotadas. Na Europa, as bolsas seguem em baixa na reta final da sessão.

Sérgio Lemos
Tiago Varzim tiagovarzim@negocios.pt 07 de Fevereiro de 2020 às 16:41
  • Assine já 1€/1 mês
  • 15
  • ...
A bolsa nacional encerrou a sessão desta sexta-feira, 7 de fevereiro, com uma valorização de 0,05% para os 5.289,93 pontos. Após duas semanas de quedas, o saldo semanal é positivo: 0,72%. Desde o início de 2020, o PSI-20 soma 1,45%. 

"O PSI20 fechou sem grandes oscilações, conseguindo assim contrariar a tendência descendente que marcou a sessão europeia", referem os analistas do BPI no comentário de fecho, explicando que "é importante sublinhar que esta 'overperformance' só foi possível devido à valorização do grupo EDP". 

Na Europa, as bolsas também descem após o índice de referência ter atingido máximos históricos na sessão de ontem. O Stoxx 600, o índice que agrega as 600 principais cotadas europeias, desce 0,33% para os 424,1 pontos neste momento, refletindo as quedas de setores como o automóvel e o mineiro.

A influenciar de forma negativa as bolsas europeias estão os dados económicos revelados esta manhã: a produção industrial alemã caiu 3,5% em dezembro - a maior descida desde a crise financeira - e em França a queda foi de 2,8%, acima do esperado. 

Em Lisboa, 11 cotadas fecharam em baixa, 5 em alta e 2 inalteradas. Foram as subidas do grupo EDP que seguraram o PSI-20 em terreno positivo dado que a maioria das cotadas desvalorizou. A EDP Renováveis subiu 2,67% para os 12,3 euros e a EDP valorizou 1,42% para os 4,586 euros. 

Estas duas subidas foram suficientes para contrariar a correção que marcou a maioria das cotadas nacionais. A Mota-Engil desceu 1,76% para os 1,67 euros, a Navigator desvalorizou 1,74% para os 3,28 euros, a Nos cedeu 1,51% para os 4,57 euros e a Semapa recuou 1,42% para os 12,5 euros.

Fora do PSI-20, o destaque vai para as ações da Cofina, dona do Jornal de Negócios, e da Media Capital, que está a ser comprada pela Cofina. Ontem após o fecho, a CMVM revelou que o auditor independente avaliou em 1,9 euros o preço médio da ação da Media Capital. No entanto, o regulador considerou que o preço que a Cofina deverá pagar na OPA sobre a dona da TVI é de 2,3336 euros por ação, que é o valor que constava no anúncio preliminar da oferta.

As ações da Cofina baixaram 1% para os 49,5 cêntimos enquanto os títulos da Media Capital ficaram inalterados nos 2,26 euros.

(Notícia atualizada às 16h48 com mais informação)
Ver comentários
Saber mais PSI-20 bolsa praça nacional
Outras Notícias