Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Subidas superiores a 1% do BCP e da Sonae impulsionam bolsa nacional

A bolsa nacional valorizava, a acompanhar a tendência das congéneres europeias, impulsionada pelas subidas superiores a 1% do Banco Comercial Português e da Sonae SGPS. O PSI-20 avançava 0,29% com a Energias de Portugal e o Banco Espírito Santo a evi

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 31 de Março de 2005 às 12:39
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A bolsa nacional valorizava, a acompanhar a tendência das congéneres europeias, impulsionada pelas subidas superiores a 1% do Banco Comercial Português e da Sonae SGPS. O PSI-20 avançava 0,29% com a Energias de Portugal e o Banco Espírito Santo a evitarem maiores ganhos.

O principal índice da bolsa nacional cotava nos 7.813,44 pontos com dez acções a subir, nove em queda e uma inalterada.

O Banco Comercial Português (BCP) [bcp] era o título que mais contribuía para a tendência do PSI-20 com uma valorização de 1,44% para os 2,11 euros, depois de ter perdido na sessão de ontem 1,42%. O banco liderado por Paulo Teixeira Pinto registou duas passagens no início da sessão totalizando 2,13 milhões.

A partir de amanhã os títulos do BCP negoceiam sem direito ao dividendo que o banco distribui no dia 6 de Abril. Nos últimos dias, o BCP, que transacciona em ex-dividendo a partir de sexta-feira, tem transaccionado volumes elevados, um movimento que poderá estar relacionado com a aproximação da data de pagamento dos dividendos.

Habitualmente, antes das empresas pagarem dividendos, os seus accionistas transaccionam elevados lotes de acções das companhias em causa, numa operação conhecida como «lavagem de dividendo», que visa obter ganhos fiscais.

Na restante banca, o Banco BPI [bpin] e o Banco Espírito Santo (BES) [besnn] desciam 0,32% para os 3,14 euros e 0,37% para os 13,35 euros, respectivamente. Os accionistas do BES aprovaram ontem o dividendo, de 36,8 cêntimos, que será pago a partir de 14 de Abril. Miguel Horta e Costa, CEO da PT e Bernard Delas, vão substituir Francisco Luis Nurteira Nabo e Michel Marin Le Masson como administradores não executivos do BES.

A Sonae SGPS [son] subia 1,74% para os 1,17 euros e a Brisa [brisa] valorizava 0,78% para os 6,50 euros. A Portugal Telecom [ptc] avançava 0,11% para os 9,08 euros enquanto a participada PT Multimédia [ptm] deslizava 0,67% para os 19,15 euros. As assembleias-gerais da PT e da PT Multimédia foram ontem suspensas. A proposta foi apresentada pela Portugal Telecom, a pedido de uma solicitação do Estado.

A travar maiores ganhos seguia a Energias de Portugal (EDP) [edp] com uma queda de 0,46% para os 2,17 euros, no dia em que a empresa reúne com os accionistas em Assembleia-Geral.

 

 

Mais lidas
Outras Notícias