Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

“Subprime” continua a afectar bolsas dos EUA

As principais praças norte-americanas encerraram a sessão de hoje em queda, pelo segundo dia consecutivo, depois de a JP Morgan e a Chase terem afirmado que a deterioração dos mercados de crédito vai reduzir os lucros das quatro maiores casas de investime

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 04 de Dezembro de 2007 às 21:14
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As principais praças norte-americanas encerraram a sessão de hoje em queda, pelo segundo dia consecutivo, depois de a JP Morgan e a Chase terem afirmado que a deterioração dos mercados de crédito vai reduzir os lucros das quatro maiores casas de investimento, ao passo que o recuo dos preços do petróleo obscureceu o panorama para as receitas das companhias petrolíferas.

A Goldman Sachs, Morgan Stanley, Merrill Lynch e Lehman Brothers perderam terreno depois de os analistas da JP Morgan terem afirmado que as sociedades de corretagem poderão ter de amortizar mais activos afectados pelas perdas associadas à crise do "subprime".

A contribuir para a tendência negativa estiveram também a Exxon Mobil e a Chevron, que lideraram as petrolíferas na sua primeira queda em cinco sessões, depois de o preço do crude ter caído para um mínimo de seis semanas.

Na bolsa nova-iorquina, o Dow Jones terminou a perder 0,49%, fixando-se em 13.249,05 pontos. O Nasdaq cedeu 0,66%, ao estabelecer-se em 2.619,83 pontos. O índice Standard & Poor’s 500 registou um decréscimo de 0,65% no fecho, para 1.462,78 pontos.

O grupo das empresas financeiras, que são responsáveis por um quinto do valor do S&P 500, já perdeu 18% este ano, com os bancos de investimento a anunciarem mais de 60 mil milhões de dólares de amortizações associadas à crise dos empréstimos hipotecários de alto risco.

Ver comentários
Outras Notícias