A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Tecnológicas dão subida de último minuto a Wall Street

As principais praças norte-americanas fecharam mistas, numa sessão de grande volatilidade. O lado dos ganhos teve mais peso, com o Dow Jones e Nasdaq a subirem, mas o S&P 500 encerrou no vermelho.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 14 de Julho de 2010 às 21:21
  • Partilhar artigo
  • ...
A 10 minutos do encerramento, as bolsas do outro lado do Atlântico negociavam todas em baixa, depois de seis sessões consecutivas de subida, penalizadas pela revisão em baixa das previsões de crescimento dos EUA por parte da Fed e pela queda nas vendas a retalho.

No entanto, mesmo em cima do fecho, o Dow Jones e o Nasdaq conseguiram inverter de novo para terreno positivo, animados essencialmente pelas tecnológicas.

O Dow Jones fechou a ganhar 0,04%, fixando-se nos 10.366,72 pontos. Os títulos que mais impulsionaram o índice industrial foram a Cisco, HP, Intel e Microsoft – todos eles do sector tecnológico.

Por seu lado, o índice tecnológico Nasdaq valorizou 0,35% para 2.249,84 pontos, “ajudado” sobretudo pela Intel.

Em contrapartida, o S&P 500 cedeu 0,02% para se estabelecer nos 1.095,17 pontos.

A Intel, que chegou a estar a disparar 5,9% depois de reportar vendas recorde no segundo trimestre, acabou por travar os ganhos devido sobretudo ao anúncio de uma diminuição superior ao esperado das vendas a retalho em Junho nos Estados Unidos. No entanto, a tecnológica manteve-se no verde, tendo fechado a valorizar 1,7%.

As vendas a retalho caíram 0,5% no mês passado, depois de já terem diminuído 1,1% em Maio.

A American Express, Home Depot e Alcoa lideraram o lado das perdas no Dow Jones, depois de as minutas da última reunião da Fed serem divulgadas. Segundo as minutas, os responsáveis pela política monetária não vêem necessidade de aumentar os estímulos à economia, se bem que tenham revisto em baixa as estimativas de crescimento dos EUA.

Ver comentários
Outras Notícias