Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Telecomunicações lideram ganhos na Bolsa nacional

A BVLP seguia a valorizar, impulsionada pelas empresas do sector das telecomunicações, depois da corretora UBS ter emitido uma recomendação de «compra» para as acções da PT. O PSI20 avançava 0,50% e o PS30 crescia 0,42%.

Duarte Costa 31 de Julho de 2001 às 12:56
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Bolsa de Valores de Lisboa e Porto (BVLP) seguia a valorizar, impulsionada pelas empresas do sector das telecomunicações, depois da corretora UBS ter emitido uma recomendação de «compra» para as acções da Portugal Telecom (PT). O PSI20 avançava 0,50% e o PS30 crescia 0,42%.

O PSI20 [PSI20], depois de ter iniciado a sessão a deslizar 0,12%, subia para os 8,164,45 pontos, enquanto o PSI, que também inverteu a tendência de abertura, valorizava para os 3.776,95 pontos. O volume de negócios da BVLP ascendia aos 25 milhões de euros (5 milhões de contos).

«As telecomunicações estão a impulsionar a Bolsa nacional, num dia com pouca liquidez, estando a ser influenciadas pela recomendação de “compra” para a Portugal Telecom (PT) emitida pela corretora UBS», explicou um operador ao Negocios.pt.

A PT [PLTM] ganhava 0,74% para os 8,19 euros (1.642 escudos), tendo registado um máximo na sessão nos 8,20 euros (1.644 escudos), depois da corretora UBS ter emitido uma recomendação de «compra» para as acções da operadora, com um «preço alvo», a 12 meses, de 13,50 euros (2.707 escudos).

A PT Multimédia [PTM] subia 3,04% para os 10,52 euros (2.109 escudos), enquanto a PTM.com [PTD] negociava nos 2,75 euros (551 escudos), com uma valorização de 2,23%.

A Telecel Vodafone [TLE] avançava 3,13% para os 8,25 euros (1.654 escudos), «estando a recuperar das perdas de ontem», referiu o mesmo operador. A segunda maior operadora móvel em Portugal encerrou ontem a perder 6,21%, depois de ter divulgado os resultados do primeiro trimestre fiscal, que ficaram abaixo do previsto pelos analistas. A UBS atribuiu uma recomendação de «manter» para os títulos da Telecel, com um «preço alvo» de 9,90 euros (1.985 escudos).

A Cimpor [CIMP], que está a eleger hoje, em assembleia geral (AG) de accionistas, os novos membros do Conselho de Administração (CA) da cimenteira, subia 0,87% para os 23,20 euros (4.651 escudos), enquanto a Semapa [SEMA], que através da Secil vai exercer o direito de nomear um administrador na maior cimenteira nacional, negociava inalterada nos 4,03 euros (808 escudos).

O Banco Comercial Português [BCP] avançava 0,23% para os 4,41 euros (884 escudos), enquanto o Banco Espírito Santo [BESNN] recuava 0,71% para os 13,90 euros (2.787 escudos).

A Electricidade de Portugal [EDP] subia 0,33% para os 3,01 euros (603 escudos)./p>

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias