Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Telecomunicações suportam ganhos da Euronext Lisbon; PSI20 sobe 0,38%

O desempenho das acções da Portugal Telecom (PT) e da Vodafone Telecel continuavam a suportar o PSI20 que subia 0,38%, em consonância com o andamento dos principais índices na Europa. O nível de liquidez permanecia reduzido.

Pedro Carvalho pc@mediafin.pt 17 de Abril de 2002 às 10:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O desempenho das acções da Portugal Telecom (PT) e da Vodafone Telecel continuavam a suportar o PSI20 que subia 0,38%, em consonância com o andamento dos principais índices na Europa. O nível de liquidez permanecia reduzido.

O PSI20 [PSI20] marcava 7.706.61 pontos com 12 acções a crescerem, cinco inalteradas e as restantes três a acumularem perdas.

No sector das telecomunicações, a Portugal Telecom [PTC] que na véspera ganhou mais de 2%, voltava a acumular uma valorização de 0,83% para os 8,55 euros, com 693 mil títulos a mudarem de carteias.

A Vodafone Telecel [TLE] e a SonaeCom [SNC] amealhavam ambas subidas superiores a 1%, a cotarem nos 8,49 euros e 3,27 euros, respectivamente.

Na banca, as acções do Banco Comercial Português [BCP] cresciam 0,26% para os 3,89 euros, o BPI [BPIN] avançava 0,37% para os 2,70 euros, e o Banco Espírito Santo [BESNN] cotava nos 11,78 euros, a somar 0,26%.

A Electricidade de Portugal (EDP) [EDP] prosseguia sem alterações nos 2,36 euros, com pouco mais de 200 mil acções negociadas, tal como a Sonae SGPS [SON] que marcava 0,9 euros, líder na liquidez com 1,52 milhões de acções negociadas.

Lucros da Intel impulsionam Bolsas europeias

No resto da Europa, os principais índices negociavam com ganhos, e o DJ Stoxx 50 prosseguia com uma valorização de 0,51% para os 3.667,20 pontos, dando continuidade à tendência encetada na véspera.

A retoma da economia começa a surtir efeitos sobre os lucros das empresas, sobretudo nos Estados Unidos (EUA), onde a Motorola e a Yahoo! evidenciaram uma melhoria da actividade no primeiro trimestre de 2002.

Em Madrid, o IBEX [IBEX] valorizava 0,75% para os 8.416,10 pontos e as acções da Telefónica, que na véspera haviam conseguido um ganho superior a 5%, voltavam a valorizar 1,9% para os 13,19 euros.

Os títulos do terceiro maior banco espanhol, o Banco Popular, caíam 0,6% para os 43,16 euros. Apesar do crescimento de 11% nos lucros, os resultados do primeiro trimestre ficaram aquém das estimativas.

Em Paris, o CAC40 [CAC] progredia 1,03% para os 4.646,11 pontos e as acções da Vivendi Universal valorizavam 2,6% para os 40,64 euros. Jean-Marie Messier, administrador executivo do maior grupo de media europeu, anunciou ontem a mudança na liderança do Canal Plus, numa tentativa de voltar aos lucros depois de cinco anos sucessivos de prejuízos.

O AEX de Amsterdão negociava nos 530,61 pontos, a valorizar 0,86%. As acções da Royal Philips Electronics, que na véspera ganharam mais de 7%, prosseguiam com uma nova valorização de 2,42% para os 35,62 euros.

Em Frankfurt, o DAX Xetra [DAX] somava 0,44% para os 5.367,55 pontos com as acções da Infineon e da Deutsche Telekom a liderarem os ganhos com subidas de 1,9% e 1,6%, respectivamente.

Em Londres, o FTSE [UKX] avançava 0,23% para os 5.271,90 pontos, apoiado na subida de 2,9% da ARM Holding, e de 2,8% da British Telecom, cujas acções marcavam 2,71 libras (4,41 euros).

Outras Notícias