Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

TMT lideram ganhos na BVLP; PSI20 sobe 1,47%

A Bolsa nacional seguia a subir a meio da sessão, em linha com a tendência europeia, impulsionada pelas empresas de tecnologias, media e telecomunicações (TMT). O PSI20 avançava 1,47% e o PSI30 trepava 1,45%.

João Mata 13 de Novembro de 2001 às 13:21
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Bolsa nacional seguia a subir a meio da sessão, em linha com a tendência europeia, impulsionada pelas empresas de tecnologias, media e telecomunicações (TMT). O PSI20 avançava 1,47% e o PSI30 trepava 1,45%.

O PSI20 [PSI20], principal índice da Bolsa de valores de Lisboa e Porto (BVLP), estava nos 8.113,96 pontos, enquanto o PSI30 marcava 3.858,18 pontos e o Euro Stoxx 50, que reúne as 50 maiores empresas europeias em termos de capitalização bolsista, ganhava 2,84% para os 3.655,54 pontos.

A liquidez da praça nacional, em termos de valor, situava-se nos 66 milhões de euros (13,23 milhões de contos), em linha com os valores registados no decorre das últimas sessões.

«O sentimento da Bolsa é claramente positivo, à semelhança do que se passa lá fora», afirmou Pedro Duarte, corretor da L.J. Carregosa, referindo que os mercados financeiros estavam a beneficiar da recuperação encetada ontem, após a queda de um avião nos Estados Unidos (EUA) e da entrada da Aliança do Norte em Cabul, capital do Afeganistão.

A Portugal Telecom (PT) [PLTM] avançava 1,94% para os 9,48 euros (1.901 escudos), depois da operadora ter anunciado que a partir de 5 de Dezembro, os titulares de acções adquiridas na última fase de privatização da PT podem negociar os títulos em Bolsa, mantendo o direito ao prémio de fidelidade.

As restantes empresas do grupo liderado por Murteira Nabo suplantavam a subida da «casa mãe», com a PT Multimédia (PTM) [PTM] a crescer 4,92% para os 8,74 euros (1.752 escudos) e a PTM.com [PTD] a valorizar 4,05% para os 2,31 euros (463 escudos).

No Grupo de Belmiro de Azevedo, a Sonae SGPS [SON] apreciava 4,88% para os 0,86 euros (172 escudos), enquanto a Sonae.com [SNC], que controla a operadora móvel Optimus, ganhava 5,06% para os 3,53 euros (708 escudos).

«Toda a gente está à espera de uma reestruturação na Sonae há já algum tempo e existe também um consenso entre os analistas, de que as acções estão baratas», defendeu o mesmo operador.

A Impresa [IPR], grupo de media de Pinto Balsemão, subia 8,64% para os 2,39 euros (479 escudos), beneficiando das valorizações apresentadas pelas suas congéneres europeias. A agência de publicidade francesa Publicis anunciou ontem que deverá atingir lucros em linha com o esperado no corrente ano.

A Vodafone Telecel [TLE] ganhava 4,24% para os 8,35 euros (1.674 escudos), depois da sua casa mãe, a britânica Vodafone, ter anunciado que registou no primeiro semestre fiscal perdas de 9,74 mil milhões de libras (15,91 mil milhões de euros ou 3,19 mil milhões de euros). A operadora móvel nacional vai apresentar os seus resultados trimestrais na próxima quinta-feira.

A Electricidade de Portugal (EDP) [EDP], que controla a empresa de telecomunicações ONI, crescia 1,95% para os 2,62 euros (525 escudos), enquanto a ParaRede [PARA], companhia de tecnologias da informação, subia 4,82% para os 0,87 euros (174 escudos).

Nas restantes Bolsas europeias, o DAX [DAX], de Frankfurt, crescia 2,08% para os 4.920,82 pontos, com a operadora Deutsche Telekom [DTE] a trepar 3,02% para os 19,12 euros (3.833 escudos).

O CAC [CAC], de Paris, apreciava 3,21% para os 4.516,96 pontos, com a France Telecom, maior operadora de telecomunicações francesa, a cotar nos 47,15 euros (9.453 escudos), registando uma valorização de 5,13%.

Na praça de Madrid, o IBEX [IBEX] subia 3,06% para os 8.306,70 pontos. A Telefónica liderava as subidas na Bolsa espanhola, ao avançar 4,88% para os 15,05 euros (3.017 escudos).

O FTSE [UKX] londrino marcava 5.250,70 pontos, a crescer 2,03%. A Vodafone, maior operadora móvel mundial, somava 2,87% para as 1,79 libras (2,93 euros ou 587 escudos).

O AEX, de Amesterdão, ganhava 2,61% para os 788,73 pontos, com a operadora KPN a liderar as subidas, ao avançar 10,04% para os 5,26 euros (1.055 escudos).

Outras Notícias