Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

TMT lideram perdas nas Bolsas europeias

Telecomunicações, media e tecnologias (TMT) lideraram as perdas nas principais Bolsas europeias, depois da holandesa Philips ter registado no segundo trimestre perdas de 770 milhões de euros (154 milhões de contos). O Euro Stoxx 50 recuava 1,03% e o DAX

Duarte Costa 17 de Julho de 2001 às 18:17
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Telecomunicações, media e tecnologias (TMT) lideraram as perdas nas principais Bolsas europeias, depois da holandesa Philips ter registado no segundo trimestre perdas de 770 milhões de euros (154 milhões de contos). O Euro Stoxx 50 recuava 1,03% e o DAX caía 0,67%.

O Euro Stoxx 50, índice que agrega as 50 maiores empresas europeias em termos de capitalização bolsista, caía para os 3.825,86 pontos, com uma desvalorização de 1,03%. A Nokia recuou 2,56% para os 20,15 euros (4.040 escudos).

Na Bolsa de Frankfurt, o DAX [DAX] marcava 5.814,26 pontos, a recuar 0,67%. A Deutsche Telekom [DTE] negociava nos 25,54 euros (5.120 escudos), enquanto a SAP [SAP3], empresa que desenvolve soluções informáticas, caía 2,97% para os 147,15 euros (29.501 escudos).

Em Paris, o CAC 40 [CAC] recuou 0,88% para os 4.978,54 pontos. A France Telecom desvalorizou 2,24% para os 49,66 euros (9.956 escudos), enquanto a Vivendi, que actua no sector dos media, desvalorizou 3,61% para os 64,05 euros (12.841 escudos).

Na Bolsa de Londres, o FTSE [UKX] recuou 1,625 para os 5.427,80 pontos. A Vodafone, líder mundial nas telecomunicações móveis e principal accionista da Telecel, perdeu 4,75% para as 1,45 libras (2,37 euros ou 475 escudos), depois da UBS Warburg ter reduzido o preço alvo de 2,80 libras (4,58 euros ou 918 escudos) para as 2,20 libras (3,60 euros ou 722 escudos).

O IBEX [IBEX] madrileno registou a única valorização na Europa, ao subir 0,92% para os 8.372,70 pontos, depois dos partidos da oposição da Argentina terem apoiado as medidas do Governo De La Rua para cortar nas despesas públicas e controlar o endividamento. A Telefónica, a maior operadora de telecomunicações em Espanha e na Argentina, subiu 1,12% para os 13,51 euros (2.709 escudos).

Em Milão, o MIBTEL [MIBTEL] recuou 1,45% para os 25.240 pontos. A Telecom Italia Mobiles perdeu 2,70% para os 23,34 euros (4.679 escudos).

Na Bolsa de Amesterdão, o AEX [AEX] encerrou nos 546,84 pontos, a perder 0,01%. A Philips Electronics caiu 1,85% para os 28,66 euros (5.746 escudos), depois de ter registado no segundo trimestre perdas de 770 milhões de euros (154 milhões de contos), devido ao abrandamento da procura de semicondutores, telefones móveis e televisões.

Outras Notícias