Bolsa Twitter afunda 20% e Tesla dispara mais de 17%. Wall Street flutua à boleia de resultados

Twitter afunda 20% e Tesla dispara mais de 17%. Wall Street flutua à boleia de resultados

Os principais índices bolsistas americanos fecharam em sentidos opostos, num dia em que algumas cotadas se destacaram devido aos resultados do terceiro trimestre. A Tesla disparou, mas o Twitter afundou.
Twitter afunda 20% e Tesla dispara mais de 17%. Wall Street flutua à boleia de resultados
Reuters
Sara Antunes 24 de outubro de 2019 às 21:14

As bolsas americanas encerraram com sentidos distintos, com o Dow a cair 0,11% para 26.805,53 pontos, o Nasdaq a subir 0,81% para 8.185,80 pontos e o S&P500 a crescer 0,19% para 3.010,29 pontos.

 

A justificar a evolução estiveram essencialmente os resultados do terceiro trimestre apresentados pelas cotadas. Os grandes destaques foram o Twitter, cujos títulos afundaram 20%, e a Tesla, com as ações a dispararem mais de 17%.

 

O Twitter foi fortemente penalizado por ter reportado receitas e lucros que ficaram aquém do esperado pelos analistas. A rede social revelou um aumento de vendas de 8,6% para 823,7 milhões de dólares, quando os analistas esperavam 876 milhões. Além disso, o Twitter atualizou as previsões para o total do ano, apontando agora para receitas entre 940 milhões de dólares e 1,01 mil milhões, o que fica abaixo dos 1,06 mil milhões antecipados anteriormente. E os investidores reagiram, levando os títulos a deslizarem 20,81% para 30,75 dólares.

 

Do lado oposto esteve a Tesla, cujas ações dispararam 17,67% para 299,68 dólares, depois de ter apresentado um lucro trimestral inesperado. A companhia liderada por Elon Musk obteve um resultado líquido de 143 milhões de dólares entre julho e setembro, o que compara com 311 milhões de dólares no período homólogo.

 

Estes foram os desempenhos mais pronunciados, mas houve várias cotadas a reportar os seus números. A Microsoft esteve entre os "vencedores" da sessões, ao subir quase 2%, depois de ter apresentado previsões mais otimistas do que o previsto pelos analistas. A PayPal teve um desempenho mais pronunciado, apreciando mais de 8,5%.

 

Já a 3M, recuou 4,07% para 161,89 dólares, depois de ter apresentado receitas aquém do esperado e de ter revisto em baixa as suas previsões de resultados para o acumulado do ano.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI