Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

«Utilities» pressionam bolsas europeias com subidas nos juros

As bolsas europeias fecharam mistas, com a desvalorização das «utilities» a impedirem vários índices europeus de acompanharem as subidas registadas em Wall Street, em reacção ao discurso de Alan Greenspan. O DJ Stoxx 50 apreciou 0,24% para os 2.924,06 pon

Negócios negocios@negocios.pt 02 de Março de 2005 às 18:37

As bolsas europeias fecharam mistas, com a desvalorização das «utilities» a impedirem vários índices europeus de acompanharem as subidas registadas em Wall Street, em reacção ao discurso de Alan Greenspan. O DJ Stoxx 50 apreciou 0,24% para os 2.924,06 pontos.

As acções americanas seguiam a valorizar, animadas com o optimismo do presidente da Reserva Federal sobre a evolução da economia americana. A subida dos juros das obrigações penalizou as «utilities», pois estas são as empresas – eléctricas, concessionárias de auto-estradas - mais endividadas e que ficam menos atractivas com a subida das «yields».

O IBEX desceu 0,3% para os 9.443,60 pontos. A Abertis caiu 0,67% para os 17,85 euros e entre as empresas energéticas a Enagas cedeu 2,02%, a Gás Natural caiu 1,68% e a Union Fenosa desvalorizou 1,43%.

Na bolsa de Paris a queda de 1,65% da Suez, maior empresa do sector das águas do mundo, não impediu o CAC de avançar 0,19% até aos 4.062,72 pontos. A Vivendi Universal caiu 2,07% para o 26,06 euros, mas os ganhos acima de 1% da France Telecom, Air Liquide e da Sanofi sustentaram o índice francês.

O índice alemão DAX também terminou com ganhos, a subir 0,22% para os 4.393,43 pontos. A eléctrica RWE caiu 2,18% para os 44,87 euros, mas a Bayer avançou 1,02% para os 26,82 euros, no dia em que publicou as contas de 2004.

Em Amesterdão o saldo também foi positivo, com o AEX a avançar 0,15% para os 376,27 pontos. A Royal Philips avançou 0,99% para os 21,51 euros e o sector financeiro também impulsionou o índice, com a Aegon a crescer 0,64% para os 10,95 euros e o Fortis a avançar 0,47%.

Na bolsa de Londres o FTSE decresceu 0,15% até aos 4.992,80 pontos. Entre as «utilities» a National Grid cedeu 1,75%, a Scottish Power desvalorizou 1,69%.

Outras Notícias
Publicidade
C•Studio