Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Valorização do petróleo arrasta bolsas europeias

As praças europeias encerraram em queda pressionadas pela subida do petróleo, que renovou o máximo histórico ao tocar nos 60 dólares. O Dow Jones Stoxx 50 recuou 0,74% para os 3.049,68 pontos, depois de ter renovado sucessivamente o máximo de três anos na

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 24 de Junho de 2005 às 18:03
  • Partilhar artigo
  • ...

As praças europeias encerraram em queda pressionadas pela subida do petróleo, que renovou o máximo histórico ao tocar nos 60 dólares. O Dow Jones Stoxx 50 recuou 0,74% para os 3.049,68 pontos, depois de ter renovado sucessivamente o máximo de três anos nas últimas sessões. As bolsas europeias deslizaram, em média, cerca de 1%.

O crude valorizou ontem mais de 3% alcançando, assim, a fasquia histórica dos 60 dólares por barril, perante receios de que a produção das refinarias não vai ser suficiente para satisfazer a procura de gasóleo e de gasolina nos EUA durante o Verão.

O IBEX [ibex] perdeu 0,94% para os 9.677,40 pontos. A Metrovacesa deslizou 3,38% para os 50 euros, depois de ter sido a empresa que mais valorizou nas últimas sessões. O Santander caiu 1,25% para os 9,48 euros e o BBVA recuou 1,17% para os 12,70 euros.

O Footsie depreciou 0,69% para os 5.079,00 pontos, depois de ontem ter renovado o máximo de três anos. A Vodafone e a GlaxoSmithkline foram os títulos que mais pressionaram o principal índice do Reino Unido com quedas de 0,92% e de 0,88%, respectivamente, enquanto a Shell contrariou a tendência e subiu 0,87%.

O CAC [cac] escorregou 0,95% para os 4.199,87 pontos. A Alcatel e a STMicroelectronics depreciaram 3,18% para os 9,13 euros e 2,35% para os 13,28 euros, respectivamente. As fabricantes de automóveis também pressionaram o principal índice francês, com a Peugeot a recuar 1,45% e a Renault a descer 1,38%.

O DAX [dax] caiu 1,32% para 4.566,48 pontos com a Infineon a liderar as perdas ao descer 3,14% para os 7,7 euros. A Bayer e a Basf também perderam mais de 2,3% e a BMW escorregou 1,94% para os 36,83 euros.

Em Amesterdão, o AEX [aex] desvalorizou 0,84% para os 379,97 pontos. A ASML encerrou a negociar nos 13,47 euros ao recuar 3,58%. A Aegon também cedeu 1,57% para os 10,64 euros. A Getronics evitou maiores perdas ao subir 2,92% para os 1,41 euros.

Ver comentários
Outras Notícias