Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Wall Street cede com receios de menos estímulos à economia

As bolsas norte-americanas encerraram em terreno negativo, com os investidores a revelarem prudência perante o cenário de menos estímulos à economia.

Reuters
Carla Pedro cpedro@negocios.pt 20 de Novembro de 2020 às 21:03
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

O Dow Jones encerrou a ceder 0,75% para 29.263,48 pontos e o Standard & Poor’s 500 terminou com um recuo de 0,68% para 3.557,55 pontos.

 

Já o tecnológico Nasdaq Composite desvalorizou 0,42% para se fixar nos 11.854,97 pontos.

 

A Administração Trump anunciou ontem à noite que não vai prolongar os programas de financiamento de emergência do banco central (Fed) que terminam no final do ano, o que desanimou as bolsas.

 

Numa decisão surpresa, o secretário norte-americano do Tesouro, Steven Mnuchin, disse que os vários programas chave de financiamento pandémico da Reserva Federal para apoiar empresas e governos regionais que irão expirar no final do ano não serão renovados – o que fez diminuir o apetite por ativos de risco, como as ações, e aumentar a procura por valores-refúgio.

 

Este anúncio ofuscou o otimismo gerado pela notícia de que os senadores democratas e republicanos concordaram em retomar as negociações com vista à adoção de um novo pacote de estímulos à economia.

 

A decisão de terminar com os programas, que são considerados essenciais pelo banco central, surge numa altura em que os dados revelaram um aumento dos pedidos de subsídio de desemprego na semana passada, face à semana precedente, no contexto das novas restrições para travar a propagação da covid-19.

Ver comentários
Saber mais wall street dow jones s&p 500 Nasdaq bolsas EUA
Outras Notícias