Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Wall Street em alta ligeira com ajuda das tecnologias

Os principais índices bolsistas norte-americanos negociaram esta quarta-feira sem grandes oscilações, com os ganhos no sector tecnológico a compensarem as perdas na energia e a deixarem as praças "flat".

Depois de terem batido no fundo, a 9 de Março, as bolsas norte-americanas iniciam um ciclo de subida. Os primeiros sinais positivos nas contas do Citigroup e a intervenção de Barack Obama deram combustível ao super bull market nos EUA, que dura até hoje.
Reuters
Carla Pedro cpedro@negocios.pt 27 de Dezembro de 2017 às 21:06
  • Partilhar artigo
  • ...

O Dow Jones fechou a subir 0,11% para se fixar nos 24.774,23 pontos. Já o Standard & Poor’s 500 encerrou a somar 0,08% para 2.682,61 pontos e o tecnológico Nasdaq Composite registou uma apreciação de 0,04% para 6.939,34 pontos.

 

As bolsas em Wall Street estiveram a ser sustentadas pelo sector tecnológico, que conseguiu contrabalançar as quedas dos títulos ligados à energia numa sessão em que os preços do petróleo estiveram em baixa, a corrigem dos máximos de dois anos e meio atingidos ontem.

 

Também o sector imobiliário esteve a ganhar terreno, com as acções do sector animadas pelos dados que revelaram que os contratos de promessa de compra de venda de casas usadas aumentaram em Novembro.

 

Do lado das perdas, além dos títulos da energia, sobretudo do petróleo, destaque também para o mau desempenho da Tesla. A fabricante norte-americana de veículos eléctricos liderada por Elon Musk fechou a ceder 1,78% para 311,64 dólares, pressionada pelo facto de a corretora KeyBanc ter revisto em baixa as estimativas para as vendas do Model 3, de 15.000 para 5.000 unidades, no quarto trimestre.

 

O volume de negociação continua baixo do outro lado do Atlântico nesta semana de festividades entre a época natalícia e a passagem de ano. 

Ver comentários
Saber mais Wall Street Standard & Poor's 500 Nasdaq Composite Dow Jones bolsa EUA
Outras Notícias