Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsas dos EUA fecham mistas. "Earnings season" acelera

A "earnings season" e o incidente no arranque da sessão que levou à suspensão da negociação de algumas ações foram os principais acontecimentos que marcaram esta terça-feira em Wall Street.

O bom comportamento dos mercados financeiros em 2021 suportou o apetite pelos ativos de maior risco.
Brendan McDermid/Reuters
Fábio Carvalho da Silva fabiosilva@negocios.pt 24 de Janeiro de 2023 às 21:24
Wall Street terminou a sessão de forma mista, numa altura em que os investidores estão de olhos postos na "earnings season", e depois de um arranque acidentado que resultou na suspensão da negociação na Bolsa de Nova Iorque.

O industrial Dow Jones somou 0,31% para 33.733,56 pontos, enquanto o S&P 500 recuou ligeiramente (-0,07%) para 4.016,93 pontos. Já o tecnológico Nasdaq Composite caiu 0,27% para 11.334,27 pontos.

O grupo industrial 3M caiu 6,25%, após reportar um recuo dos lucros trimestrais. A fabricante dos famosos "post-it" revelou ainda que vai despedir 2.500 trabalhadores em todo o mundo.

Já as ações da Johnson & Johnson terminaram o dia na linha d' água (-0,02%), depois de a farmacêutica ter anunciado uma queda de 26% dos lucros para 3,52 mil milhões de dólares e um deslize de 4,4% na receita para 23,71 mil milhões de dólares.

Os números da farmacêutica foram sobretudo pressionados pelos ganhos do dólar norte-americano face às principais divisas. Ainda assim, estes resultados ficaram em linha com as expectativas do mercado.

Por fim, a Microsoft deslizou 0,22%, horas antes de divulgar os resultados trimestrais.

Até ao momento, das 72 das empresas do S&P 500 que já apresentaram resultados 65% ultrapassaram as expectativas dos analistas, de acordo com os dados da Refinitiv.
Ver comentários
Saber mais Wall Street economia negócios e finanças indústria e produtos químicos Informação sobre empresas mercado e câmbios bolsa
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio