Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Wall Street fecha sem rumo com impasse nos estímulos e abrandamento económico

Os principais índices bolsistas norte-americanos fecharam com variações diminutas esta sexta-feira, tendo, ainda assim, acumulado saldos semanais positivos. O impasse nos novos estímulos e indicadores de que a retoma económica nos EUA está a abrandar pesaram no desempenho.

É um ano louco. As bolsas americanas caíram nos últimos dois dias, depois de ter recuperado todas as perdas do ano um dia antes.
Reuters
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 14 de Agosto de 2020 às 21:21
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
Os principais índices de Wall Street despediram-se da semana com variações ligeiras. O Dow Jones fechou com uma leve subida, enquanto o S&P 500 terminou o dia quase inalterado e o Nasdaq cedeu algum terreno, mas manteve-se acima dos 11 mil pontos.

O arrastar do impasse entre democratas e republicanos sobre novas medidas de estímulo para fazer face ao impacto da pandemia e indicadores económicos que mostram um abrandamento na recuperação da atividade económica pesaram nas decisões dos investidores.

O Dow Jones avançou 0,12%, para os 27.931,02 pontos, sem nenhuma das cotadas a variar mais de 1%, quer para cima quer para baixo. Em termos semanais, o índice das "blue chips" acumulou ganhos de 1,81%.

O S&P 500 manteve-se perto dos máximos históricos de fevereiro deste ano, mas acabou por deslizar uns ligeiros 0,02%, fechando nos 3.372,85 pontos, o que lhe valeu um ganho semanal de 0,59%.

Quanto ao tecnológico Nasdaq Composite, a jornada ficou em tons de vermelho, com uma queda de 0,21%, para os 11.019,30 pontos. O índice ganhou uns meros 0,07% na semana.


Ver comentários
Saber mais wall street nasdaq dow jones s&p 500
Mais lidas
Outras Notícias